Estados que tiveram lockdown reduziram mortes por Covid-19

Cotidiano

29 de junho de 2020 19:40

Da Redação


Relacionadas

PR se destaca por oferta de atividades aos presos

Governo entrega cestas básicas para famílias da região

Milton Ribeiro é o novo Ministro da Educação

Estado reforça ações contra a violência doméstica
Dia da Pizza: nutricionista destaca opções saudáveis
Paraná registra mais 47 mortes pela Covid-19
Ambev produz equipamento médico em impressora 3D
A queda nos óbitos é o principal objetivo das políticas de restrição aos contatos sociais. Os dados são do Ministério da Saúde. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A queda nos óbitos é o principal objetivo das políticas de restrição aos contatos sociais. Os dados são do Ministério da Saúde.

Cinco estados conseguiram reduzir de forma significativa a média diária de mortes por Covid-19. Em comum, todos decretaram lockdowns pelo menos parciais. São eles: Amazonas, Ceará, Pará, Pernambuco e Rio de Janeiro. A queda nos óbitos é o principal objetivo das políticas de restrição aos contatos sociais.

Os dados são do Ministério da Saúde. Eles são compilados diariamente pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do portal Metrópoles, para alimentar o painel interativo com informações sobre a pandemia. A média de mortes é calculada nos últimos sete dias para diminuir a oscilação que existe entre o fim de semana e dias úteis.

Os gráficos a seguir mostram a situação de cada unidade da Federação. É possível perceber a diferença na tendência da curva em cada uma delas. Nos cinco estados com redução na média de mortes, fica nítida a existência de um pico e, em seguida, uma queda na quantidade de óbitos por dia.

A redução não é motivo, entretanto, para diminuir os esforços ou a vigilância. Um relaxamento pode levar à volta do crescimento na quantidade de mortes por Covid-19. Esse é o exemplo do Rio de Janeiro. É nítida a ponta dupla no gráfico do segundo estado mais populoso do país.

Para ver os gráficos e ler a reportagem completa no Portal Metrópoles, clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados