Ex-deputado federal Nelson Meurer morre vítima de Covid

Cotidiano

12 de julho de 2020 12:26

Banda B


Relacionadas

Vendas do comércio no Paraná crescem em junho

Pais acreditam que qualidade do ensino caiu na pandemia

Vendas no comércio paranaense crescem em junho

TJPR confirma condenação de acusados
IBGE estima alta de 3,8% na safra de 2020, em julho
Apresentadores pré-candidatos devem se afastar de rádio e TV
Preço das terras no Paraná cresceu cerca de 12% este ano
Meurer tinha 78 anos e morreu neste domingo Foto: Agência Câmara
PUBLICIDADE

Meurer foi levado ao hospital após passar mal na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão


O ex-deputado federal Nelson Meurer morreu, na manhã deste domingo (12), em um hospital particular de Francisco Beltrão, no Sudoeste do Estado. Preso por envolvimento em esquemas desvendados pela Operação Lava Jato, ele completaria 78 anos no próximo dia 23. Meurer foi transferido para o pronto-socorro na última terça-feira (7) e teve a confirmação de infecção pela Covid-19.

A morte foi confirmada pela Prefeitura de Francisco Beltrão. “A administração municipal de Francisco Beltrão lamenta profundamente a morte do ex-prefeito e ex-deputado Federal Nelson Meurer, na manhã deste domingo (12/07), vítima da Covid-19. Além de reconhecer o seu trabalho em prol de Francisco Beltrão, deseja força para a família. O Prefeito Cleber Fontana decretou Luto Oficial no município”.

Nas redes sociais, o deputado federal Ricardo Barros, que é do mesmo partido de Meurer, lamentou o óbito. “Nelson Meurer faleceu. Aos 78 anos de Covid adquirida no presídio. No grupo de risco, Meurer não conseguiu prisão domiciliar negada seguidamente pelo ministro do STF, Edson Fachin. Ativismo político do judiciário tem que acabar. Lei igual para todos”, disse.

A ex-governadora Cida Borghetti também lamentou a morte. “Perdemos o ex-deputado Nelson Meurer. Que Deus, com toda a sua misericórdia, console os corações dos familiares. Descanse em paz querido Meurer”.

Meurer ocupou uma cadeira de deputado federal de 1995 até a perda do mandato.

O ex-deputado cumpria pena de 13 anos e 9 meses na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão. Ele foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal em maio de 2018 pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

As informações são da Banda B

PUBLICIDADE

Recomendados