Paraná conta com 99 bolsistas nas ações contra a Covid-19

Cotidiano

22 de julho de 2020 19:40

Agência Estadual de Notícias


Relacionadas

Em dia de calor, praias cariocas registram aglomeração

Dia do idoso: pandemia, saúde mental e física são desafios

Batida frontal mata uma pessoa em Pitanga

Planeta Terra terá uma nova lua a partir de outubro de 2020
Polícia prende dupla com ‘droga do estupro’ no Paraná
Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35%
Termina hoje prazo para pedir registro de candidatura
Desde março já foram publicados 5 editais de contratação Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Desde março já foram publicados 5 editais de contratação

A Secretaria de Estado da Saúde conta hoje com 99 estudantes de cursos desta área participando de várias ações de enfrentamento da Covid-19. Desde março já foram publicados 5 editais de contratação.

E ainda segue aberto até às 10 horas desta quinta-feira (23), o edital público de chamamento da Secretaria, que prevê a contratação de mais quatro estudantes de graduação do curso de Farmácia para atuação junto ao Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná, o Hemepar.

Os universitários selecionados também serão admitidos como bolsistas e iniciam as atividades na próxima segunda-feira. “A participação dos estudantes tem sido um grande apoio e é um incentivo do Governo do Estado à formação profissional”, afirma o secretário da Saúde, Beto Preto.


Pesquisa

Nesta semana 14 alunos dos cursos de Farmácia, Medicina Veterinária, Ciências Biológicas, Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia começaram as atividades de apoio a pesquisas no CPPI - Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos, conhecido nacionalmente na produção de antígenos e soros utilizados contra a picada de animais peçonhentos.

“Os alunos se somam a outros bolsistas já contratados em maio e participam de projetos para a produção do meio de transporte viral, um dos componentes do kit do exame de diagnóstico da Covid-19”, explica o diretor do Centro, Rubens Gusso. “Eles passaram por treinamento e têm colaborado bastante com nosso trabalho”, afirma.

Outros 51 universitários participam de atividades nas farmácias de 11 Regionais de Saúde do Estado, na Farmácia do Centro Psiquiátrico Metropolitano e no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar).

“Sob a supervisão de farmacêuticos, os bolsistas fazem a dispensação, separação e conferência de medicamentos. Essa tem sido uma ajuda valiosa para as atividades do Estado e também contribuirá para a formação dos profissionais”, destacou a coordenadora de Assistência Farmacêutica da Secretaria da Saúde do Paraná, Deise Pontarolli. 


Central

Neste período de pandemia, a Ouvidoria Geral da Saúde criou um call center para atendimento e esclarecimento de dúvidas da população sobre a infecção do novo coronavírus. Trinta alunos do último ano do curso de Medicina, também contratados como bolsistas, atuam na central em esquema de revezamento 24 horas.

“São mais de 8 mil atendimentos realizados pelos bolsistas no call center, além de mais 10 mil atendimentos via o aplicativo Telemedicina Paraná”, comenta o ouvidor-geral da Saúde da Secretaria da Saúde, Yohan de Souza.

“São muitas dúvidas, principalmente sobre sintomas, e estamos aqui para auxiliar a população”, diz a bolsista Andressa Ceccon, estudante do último ano de Medicina. “É muito importante um canal como este, pois levamos a informação correta e segura”, diz ela. “Sentimos que as pessoas ficam mais tranquilas quando informamos que estamos à disposição 24h”, afirma o bolsista José Guilherme Silva de Almeida

Os contatos para o call center são 0800 644 4414, (41) 99117 3500 e 41 3330 4414.

Editais

Para a inscrição nos, os estudantes devem estar cursando o quarto ou o quinto ano dos cursos com disponibilidade para atuação diária de 6 horas. A convocação para atuar nas atividades de enfrentamento ao coronavírus não configura vínculo empregatício. O estudante recebe uma bolsa-auxílio no valor de R$ 800.

PUBLICIDADE

Recomendados