Preço médio do leite sobe mais de 16% e atinge valor recorde

Cotidiano

30 de julho de 2020 13:00

Brasil 61


Relacionadas

DataSebrae Biogás amplia o acesso à energia renovável

Paccar e DAF lançam campanha de manutenção

Paraná reforça equipes contra incêndios no Pantanal

Serasa oferece renegociação de dívidas para inadimplentes
Porto de Paranaguá recebe 24% mais caminhões em 2020
Estudos da UEPG fomentam retomada econômica no PR
Cartórios registram recorde de mortes em agosto, diz IBGE
O preço médio é o segundo mais alto de toda a série histórica do Cepea, que realiza o levantamento desde 2004. Foto: Reprodução/Brasil 61
PUBLICIDADE

Levantamento do Cepea constatou que, em um ano, o valor do produto cresceu 25%

Em julho,o preço do leite ao produtor atingiu recorde para o mês e alcançou a média de  R$ 1,75, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), vinculado à Universidade de São Paulo (USP). O valor representa uma alta de R$ 16,1% em relação a junho deste ano e aumento de 25% se comparada ao mês de julho de 2019. 

O preço médio é o segundo mais alto de toda a série histórica do Cepea, que realiza o levantamento desde 2004. O centro de estudo afirma que a elevação se deu por conta da mais competitividade da indústria de laticínios que tem tentado garantir a compra de matéria-prima. O Cepea diz que a maior concorrência ocorreu também devido à necessidade de se refazer estoques de derivados lácteos. 

Além disso, também houve aumento no preço dos derivados lácteos em junho. Em relação ao leite UHT o acréscimo no valor foi de 17,7%,  a muçarela  teve aumento de 23% e o leite em pó, 10,9%. 

PUBLICIDADE

Recomendados