Receita adia restrição para atendimento presencial

Cotidiano

31 de julho de 2020 10:40

Da Redação


Relacionadas

Casos confirmados de covid no Brasil chegam a 4,5 milhões

Geração de empregos é ponto central na retomada da economia

Paraná tem mais 1.536 casos e 26 mortes pela covid

Secretário da Saúde destaca avanços dos 30 anos do SUS
Emocionante carreata celebra 2 anos de CMEI em PG
Tremor de terra é registrado em arquipélago no Brasil
Bolsonaro diz que país está em fase final de “grande provação”
De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), até essa data o atendimento presencial nas unidades da Receita ficará restrito a alguns serviços e só mediante agendamento prévio. Foto: Reprodução/Diário do Nordeste
PUBLICIDADE

Esta é a terceira prorrogação da data. O prazo inicial era 29 de maio, que passou para 30 junho, depois para 31 de julho e agora, 31 de agosto

A Secretaria Especial da Receita Federal prorrogou até o dia 31 de agosto as medidas que adotou em março para evitar o avanço do novo coronavírus dentro de suas agências de atendimento ao público. De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), até essa data o atendimento presencial nas unidades da Receita ficará restrito a alguns serviços e só mediante agendamento prévio. Dentre eles, Regularização de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e cópia de documentos relativos à declaração do Imposto de Renda.

Esta é a terceira prorrogação da data. O prazo inicial era 29 de maio, que passou para 30 junho, depois para 31 de julho e agora, 31 de agosto.

A mesma portaria suspende, também até 31 de agosto, os prazos para prática de atos processuais no âmbito da Receita, além dos procedimentos administrativos de emissão eletrônica automatizada de aviso de cobrança e intimação para pagamento de tributos e de exclusão de contribuinte de parcelamento por inadimplência de parcelas.

Informações Bem Paraná

PUBLICIDADE

Recomendados