Bolsonaro diz que está tomando antibiótico

Cotidiano

31 de julho de 2020 11:00

Da Redação


Relacionadas

Polícia prende dupla com ‘droga do estupro’ no Paraná

Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35%

Termina hoje prazo para pedir registro de candidatura

Acumulada, Mega-Sena deve pagar R$ 50 mi neste sábado
Brasil ultrapassa as 140 mil mortes por covid-19
Zero Resíduos expande operações para cidade de Guarapuava
Cerâmicas italianas são estrelas de nova campanha do Muffato
Também na transmissão pelas redes sociais, o presidente disse que a relação do governo com o parlamento brasileiro está “começando a engrenar”. Foto: Reprodução/Banda B
PUBLICIDADE

A declaração foi dada em sua transmissão semanal ao vivo, cinco dias depois que ele anunciou que seu teste para o novo coronavírus não estava mais positivo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 30, que sentiu fraqueza no dia de ontem e que está com “um pouco de infecção”, tomando antibiótico. A declaração foi dada pelo presidente em sua transmissão semanal ao vivo, cinco dias depois que ele anunciou que seu teste para o novo coronavírus não estava mais positivo.

 “Acabei de fazer um exame de sangue, eu estava com um pouco de fraqueza ontem, acharam até um pouco de infecção também, estou agora tomando antibiótico”, disse o presidente. Sem deixar claro ao que se referia, Bolsonaro também afirmou que estava com “mofo no pulmão”. “Vinte dias aí dentro de casa a gente pega outros problemas né, peguei mofo, mofo no pulmão”, disse Bolsonaro enquanto ria.

A declaração foi dada pelo presidente quando ele foi questionado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, se iria a Bagé (RS) nesta sexta. “Está previsto ir a Bagé amanhã”, confirmou Bolsonaro.

O presidente retomou hoje sua agenda de viagens e inaugurações, depois de ter ficado isolado por conta da covid-19. Acompanhado pelo senador e presidente do Progressistas Ciro Nogueira (PI), Bolsonaro passou pelo Piauí e pela Bahia.

Também na transmissão pelas redes sociais, o presidente disse que a relação do governo com o parlamento brasileiro está “começando a engrenar”.

“Elogio o Parlamento brasileiro, sei que muitos vão me criticar por conta disso, acontece”, disse o presidente, que concluiu: “estamos começando a engrenar com o parlamento, ontem foram quatro medidas provisórias aprovadas”.

Informações Banda B/Estadão Conteúdo

PUBLICIDADE

Recomendados