Detran-PR aprova isenção das taxas de estada nos pátios

Cotidiano

03 de agosto de 2020 12:20

Agência Estadual de Notícias


Relacionadas

Zero Resíduos expande operações para cidade de Guarapuava

Cerâmicas italianas são estrelas de nova campanha do Muffato

HGU adota protocolo para retomar cirurgias

Prefeitura de Curitiba adia volta às aulas de novo
Governo libera entrada de estrangeiros em todo o país
Petrobras vende dois campos de petróleo de águas profundas
Portos do Paraná incentivam a navegação de cabotagem
A medida, decretada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, se dá em função das dificuldades provocadas pela pandemia. Foto: Reprodução AEN
PUBLICIDADE

Isenção das taxas nos pátios do órgão é para veículos apreendidos entre 19 de março a 05 de agosto. Isenção acaba dia 06

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), em conformidade com a Lei Estadual nº 20.265, publicou a Portaria nº 044/2020, que dispõe sobre a concessão de isenção do pagamento de diárias nos pátios do órgão e da Polícia Militar do Paraná (PMPR). A medida, decretada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, se dá em função das dificuldades provocadas pela pandemia.

De acordo com a Portaria, o atendimento presencial exclusivamente para fins de liberação de veículos apreendidos será normalizado a partir do dia 06 de agosto (quinta-feira). Portanto, a partir desta data, as taxas voltarão a incidir normalmente. A isenção é para veículos apreendidos entre 19 de março a 05 de agosto.

“A suspensão dos serviços de competência do Detran não pode gerar maiores prejuízos para a coletividade. Não seria razoável. Esse é o motivo do cancelamento das taxas enquanto o cenário ainda for incerto e do reembolso para aqueles que eventualmente conseguiram pagar durante esse período de enfrentamento do coronavíus”, disse o diretor-geral do Detran, Wagner Mesquita.

Restituição - Os proprietários que pagaram as taxas para liberação de veículos durante este período, poderão solicitar junto ao Detran, via E-Protocolo, o requerimento de restituição do valor pago, a contar do segundo dia de diária.

Assim como já explicado na Lei nº 20.265, a primeira diária de estadia terá que ser paga, obrigatoriamente, pois trata-se do recolhimento do bem aos pátios das respectivas unidades.

O cidadão precisa apresentar o requerimento da restituição, comprovante de pagamento das taxas de pátio e conta corrente de titularidade do requerente para receber o reembolso.

Caso haja uma nova paralisação de atendimento deste serviço, ou ocorra o fechamento de alguma Ciretran devido à contaminação por Covid-19, a cobrança das taxas será novamente suspensa, naquela localidade, até a retomada do atendimento.

PUBLICIDADE

Recomendados