Prefeito sugere uso retal de ozônio para tratar covid-19

Cotidiano

04 de agosto de 2020 10:18

Afonso Verner


Relacionadas

Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35%

Termina hoje prazo para pedir registro de candidatura

Acumulada, Mega-Sena deve pagar R$ 50 mi neste sábado

Brasil ultrapassa as 140 mil mortes por covid-19
Zero Resíduos expande operações para cidade de Guarapuava
Cerâmicas italianas são estrelas de nova campanha do Muffato
HGU adota protocolo para retomar cirurgias
Volnei falou sobre o assunto em uma live transmitida nas redes sociais; Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Durante live no Facebook, Volnei Morastoni (MDB) informou que inscreveu o município catarinense no Conep para integrar um protocolo de pesquisa sobre o uso da substância

O prefeito de Itajaí (SC), Volnei Morastoni (MDB), sugeriu mais uma opção de tratamento à covid-19 no município: aplicação de ozônio, pelo ânus, em casos que tiveram diagnóstico positivo nos testes de coronavírus. As informações são do portal Terra.

Morastoni disse, durante live no Facebook, na noite de segunda-feira (3) que inscreveu o município na Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa), vinculada ao Ministério da Saúde, para integrar um protocolo de pesquisa sobre o uso do ozônio. "Com isso, nós vamos ser autorizados a ter um laboratório de ozônio. Já estamos definindo o local e providenciando os aparelhos", disse o prefeito.

De acordo com Morastoni, maiores detalhes serão dados depois. "Além da ivermectina, da azitromicina, da cânfora, nós também vamos oferecer o ozônio. É uma aplicação simples, rápida, de dois minutos, com um cateter fininho e isso dá um resultado excelente", disse. O paciente deverá fazer 10 sessões do tratamento.

PUBLICIDADE

Recomendados