Desembargador volta a caminhar na praia sem máscara

Cotidiano

06 de agosto de 2020 14:10

Da Redação


Relacionadas

Paraná Piá supera expectativas em arrecadação de brinquedos

Em dia de calor, praias cariocas registram aglomeração

Dia do idoso: pandemia, saúde mental e física são desafios

Batida frontal mata uma pessoa em Pitanga
Planeta Terra terá uma nova lua a partir de outubro de 2020
Polícia prende dupla com ‘droga do estupro’ no Paraná
Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35%
As imagens que mostram o magistrado sem máscara em uma praia da cidade foram obtidas pelo G1 nesta quinta-feira (6). Foto: Reprodução/G1
PUBLICIDADE

Ele ainda disse a moradores que os guardas "poluem a praia"

O desembargador Eduardo Siqueira, flagrado em vídeo humilhando um guarda civil municipal (GCM) após ser abordado por não usar máscara em Santos, no litoral de São Paulo, foi flagrado novamente desrespeitando o decreto.

As imagens que mostram o magistrado sem máscara em uma praia da cidade foram obtidas pelo G1 nesta quinta-feira (6). Ao ser questionado, Siqueira não negou que estava no local e debochou dos guardas, alegando que ‘não dá bola’ e que eles ‘poluem a praia’.

O registro foi feito na manhã desta quarta-feira (5), segundo a moradora, que prefere não se identificar.  “Passou a Rua General Rondon, avistou uma viatura da GCM, deu meia volta e colocou a máscara”, descreve.

O G1 procurou o desembargador para obter um posicionamento. Por áudio, ele disse que a moradora deveria fazer uma acusação por escrito, autenticada, para que seja verificado se é ele. Ele não confirma que estava na praia, mas não negou ao ser questionado “Eu não me lembro. Provavelmente não era eu”, disse o magistrado.

Siqueira também afirmou que estava trabalhando no dia citado, a partir das 13h30, apesar de a foto ter sido feita na manhã de quarta, segundo a moradora. No áudio enviado ao G1, ele ainda debocha dos guardas municipais.

“Uma coisa que eu ignoro são essas viaturas da guarda, esses meninos para cima e para baixo. Não dou a menor bola para eles, é um desprazer ver eles estragando, destruindo, poluindo a praia”, disse o desembargador.

Informações Banda B/G1

Leia a reportagem completa do G1 aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados