TCU avalia riscos de ações à educação durante pandemia

Cotidiano

07 de agosto de 2020 13:20

Brasil 61


Relacionadas

Confronto após assalto deixa três mortos no Paraná

Doenças causadas pelo estresse podem comprometer os batimentos cardíacos

Saúde atualiza procedimentos para aborto no SUS

Estudantes com Fies podem suspender pagamentos
Helicóptero da PM auxilia para conter chamas em Ilha Grande
Mulher é assassinada dentro de casa de acolhimento
Primeiro caça Gripen brasileiro voa no Brasil
Com o Pnae, a medida adotada pelo Poder Público foi de manter os repasses de recursos financeiros a estados e municípios. Foto: Reprodução/Brasil 61
PUBLICIDADE

TCU mapeou riscos relacionados Pnae e ao PDDE durante pandemia do novo coronavírus e sugeriu estratégias ao MEC

O Tribunal de Contas da União mapeou os riscos relacionados ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e ao Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) durante a pandemia do novo coronavírus. 

O trabalho do TCU acompanhou as ações desenvolvidas pelo Ministério da Educação e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) relacionadas à educação básica durante a crise global na saúde. 

Além de evidenciar as medidas adotadas nos programas, a auditoria analisou os impactos orçamentários no Pnae e no PDDE e sugeriu medidas para auxiliar o MEC e o FNDE no gerenciamento dos riscos identificados. 

Com o Pnae, a medida adotada pelo Poder Público foi de manter os repasses de recursos financeiros a estados e municípios. Com o PDDE, a principal medida foi a antecipação de parcelas no repasse de recursos a escolas públicas para auxiliar as instituições na compra de produtos de higiene. 

Em consequência dos trabalhos, o TCU recomendou ao MEC a elaboração de planos de tratamento dos riscos identificados e que os inclua nos seus respectivos planos institucionais. A decisão completa está disponível no site do TCU

PUBLICIDADE

Recomendados