IBGE estima alta de 3,8% na safra de 2020, em julho

Cotidiano

12 de agosto de 2020 13:40

Brasil 61


Relacionadas

Governo aprova padronização de portais do governo federal

Programa do Governo libera R$ 38 milhões para empresárias

Saúde discute adequações de segurança nos hospitais

Ataque com faca deixa quatro feridos em Paris
Brasil alcança 86,4% de recuperados da covid-19
Auxílio emergencial chega a R$ 207,9 bi em pagamentos
Venda de pães sem glúten registra crescimento de 89,9%
A área a ser colhida, segundo o instituto, é de quase 65 milhões de hectares. Foto: Reprodução/Brasil 61
PUBLICIDADE

Produção de cereais, leguminosas e oleaginosas para este ano foi estimada em 250,5 milhões de toneladas

O IBGE estima que, em julho, a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas foi de 250,5 milhões de toneladas – variação de nove toneladas em relação à safra do ano passado, o que representa 3,8% de alta. A área a ser colhida, segundo o instituto, é de quase 65 milhões de hectares.

Arroz, milho e soja são os três principais produtos do grupo, que, somados, representaram 92% da estimativa de produção e responderam por 87% da área a ser colhida. Na distribuição da produção de cereais entre as cinco regiões do país, o Centro-Oeste aparece no topo da lista, com 118 milhões de toneladas, seguido por Sul (74 toneladas), Sudeste (25,6 toneladas), Nordeste (21,9 toneladas) e Norte (10,8 toneladas). Com exceção da região Sul, todas as outras registraram aumento de produção. 

Entre os estados, Mato Grosso lidera como o maior produtor de grãos em território nacional. Na sequência aparecem Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.  

PUBLICIDADE

Recomendados