Agepar abre consulta pública sobre água e esgoto

Cotidiano

13 de agosto de 2020 11:20

Agência Estadual de Notícias


Relacionadas

Campo Tupi chega a 2 bilhões de barris de óleo

Mercado financeiro aumenta projeção da inflação

Demanda das empresas por crédito caiu em agosto

Médico pioneiro no tratamento da Aids no Brasil morre no Rio
Cooperativas da agricultura familiar terão crédito ampliado
Inscrições para bolsas do ProUni terminam quarta-feira
Caixa paga hoje auxílio emergencial do ciclo 2
Os ativos são elementos importantes para revisão geral da tarifa que irá ocorrer em 2021. Foto: Reprodução/Agência Brasil
PUBLICIDADE

Até 25 de setembro de 2020 será recebidas contribuições para a nova proposta de Metodologia de Levantamento da Base de Ativos Regulatória

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) realiza até 25 de setembro de 2020 consulta pública com objetivo de receber contribuições para a nova proposta de Metodologia de Levantamento da Base de Ativos Regulatória – Saneamento Básico (Água e Esgoto).

Os ativos são elementos importantes para revisão geral da tarifa que irá ocorrer em 2021. São compostos pelo patrimônio da empresa – que inclui desde as estações até  barragens e escritórios – e devem ser atualizados para análise do ano que vem. A última revisão geral ocorreu em 2017.

As contribuições para a proposta podem ser feitas por pessoas físicas ou jurídicas no banner “Consultas Públicas” da página da Agepar ou diretamente no link. No entanto, conforme determina artigo 5º, inciso IV, da Constituição Federal, não serão aceitas colaborações anônimas. As sugestões serão analisadas em conjunto e não serão respondidas individualmente. 

As propostas de alteração, correção ou qualquer observação, podem ser digitadas diretamente no formulário da página da consulta ou registradas por meio de upload de arquivo próprio (formatos DOC, DOCX, XLS, XLSX, TXT, PDF ou ZIP), com tamanho máximo de 2Mb (dois megabytes).

Serão consideradas apenas as contribuições recebidas no período de 12 de agosto de 2020 a 25 de setembro de 2020. Caberá exclusivamente à Agepar a decisão quanto ao acatamento – total ou parcial – ou não de qualquer contribuição recebida.

PUBLICIDADE

Recomendados