Covid-19 já infectou mais de 143 mil paranaenses

Cotidiano

08 de setembro de 2020 17:20

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Governo federal reduz imposto sobre videogames

Dólar aproxima-se de R$ 5,70 e tem maior valor em 5 meses

Governo sinaliza volta às aulas presenciais no PR

PR reforça o reflorestamento com 46 mil mudas de araucária
Família de Matinhos morta em acidente na BR-277 é sepultada
Ex-BBB é denunciado por quatro crimes no Paraná
Estados recebem mais de 11 mil ventiladores pulmonares
1.016 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

São 1.389 novos casos e 38 óbitos em decorrência da doença

A Secretaria de Estado da Saúde confirma nesta terça-feira (8), 1.389 novos casos e 38 óbitos pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná acumula 143.727 casos e 3.577 mortos em decorrência da doença. Há ajustes nos casos confirmados detalhados ao final do texto.

1.016 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 865 em leitos SUS (383 em UTI e 482 em leitos clínicos/enfermaria) e 151 pacientes em leitos da rede particular (49 em UTI e 102 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.282 pacientes internados, 510 em leitos UTI e 772 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

A Sesa informa a morte de mais 38 pacientes, todos estavam internados. São 14 mulheres e 24 homens, com idades que variam de 22 a 94 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 1º e 8 de setembro.

Os pacientes que faleceram residiam em: Londrina (9), Curitiba (6), Foz do Iguaçu (4), Cambé (3), Arapongas (2) e Toledo (2). A Sesa divulga também um óbito por Covid-19 em cada um dos seguintes municípios: Apucarana, Cascavel, Colombo, Florestópolis, Ibiporã, Ipiranga, Piên, Prado Ferreira, Ribeirão do Pinhal, Rio Branco do Sul, São Tomé e Tamarana.

O monitoramento da Sesa registra 1.530 casos de residentes de fora, 38 pessoas foram a óbito.

Informações da Sesa.

PUBLICIDADE

Recomendados