Projetos de urbanização transformam vidas nas cidades

Cotidiano

18 de setembro de 2020 12:40

Agência Estadual de Notícias


Relacionadas

Governo federal reduz imposto sobre videogames

Dólar aproxima-se de R$ 5,70 e tem maior valor em 5 meses

Governo sinaliza volta às aulas presenciais no PR

PR reforça o reflorestamento com 46 mil mudas de araucária
Família de Matinhos morta em acidente na BR-277 é sepultada
Ex-BBB é denunciado por quatro crimes no Paraná
Estados recebem mais de 11 mil ventiladores pulmonares
PUBLICIDADE

Mais que obras, entregam conforto, segurança ao andar pelas vias, mais autoestima, além de valorizar os imóveis e embelezar as cidades

Desde janeiro de 2019, foram aprovadas liberações de R$ 68.99 milhões para ações em 84 municípios.

Não apenas o asfalto, calçadas, espaços para jardins e as rampas de acessibilidade na frente de casa. Os projetos de urbanização levam à população muito mais do que obras. “Entregam conforto, mais segurança ao andar pelas vias, o melhor aproveitamento do espaço urbano, mais autoestima e o sentimento de pertencer ao lugar, além de valorizar os imóveis e embelezar as cidades”, argumenta o secretário do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, João Carlos Ortega.

Em todo o Paraná, desde janeiro de 2019, a Secretaria aprovou a liberação de R$ 68.99 milhões, exclusivamente para 125 ações desse tipo, beneficiando moradores de 84 municípios. Técnicos do Paranacidade, Serviço Social Autônomo vinculado à Secretaria, defendem a elaboração de Projetos Completos, com todos os elementos necessários ao melhor aproveitamento do espaço urbano e com sustentabilidade.

União da Vitória, por exemplo, executa atualmente a revitalização da Praça Coronel Amazonas de Araújo Marcondes, obra no valor de R$ 1,19 milhão. A proposta vai garantir um novo ambiente de convivência no centro da cidade, com drenagem de águas pluviais, calçadas, canteiros, bancos, lixeiras, bicicletário, iluminação, paisagismo, dois quiosques, fonte interativa, espelho d’água, pergolado em madeira, museu ao ar livre. Ou seja, o local está em transformação para se tornar em um novo ponto de referência, defendem os técnicos.

Inclusão – Com objetivos diversos, os projetos de urbanização criam, ainda, inclusão ao prever ciclovias ao lado de calçadas para pedestres e das pistas para automóveis ou ao implantar as rampas de acessibilidade e pisos tácteis que facilitam o andar de pessoas com limitações físicas, visuais ou motoras. Há também a preocupação com o meio ambiente, com a implantação de drenagem e galerias ou mesmo os canteiros, que dão mais fluidez para a água das chuvas.

Em São Mateus do Sul, o investimento de R$ 2,16 milhões vai estimular o turismo e a economia local com a revitalização da Rua do Mate e a implantação de uma grande cobertura na Praça Nossa Senhora da Conceição.

Em Ponta Grossa, investimentos de R$ 4,2 milhões garantem a urbanização do Parque das Olarias, com pista de caminhada, ciclovia, centro esportivo com espaços para posterior implantação de quadras de esportes e a praça do skate (com espaço para posterior construção da pista de skate). 

PUBLICIDADE

Recomendados