Projeção do BC para queda do PIB passa de 6,4% para 5%

Cotidiano

24 de setembro de 2020 13:00

Agência Brasil


Relacionadas

Jurídico investe em formação e publicações acadêmicas

Monitor indica seca em todo o território paranaense

Ninguém acerta as seis dezenas e Mega e acumula em R$ 32 milhões

Bolsonaro diz que governo não comprará vacina CoronaVac
Sites falsos simulam leilões da Receita Federal
Obesidade triplica em pessoas com mais de 20 anos
PF investiga corrupção em liberação de licenças ambientais
No relatório, o BC lembra que o PIB recuou 9,7% no segundo trimestre de 2020. Foto: Reprodução/Pexels
PUBLICIDADE

Estimativa de crescimento da economia em 2021 é 3,9% 

O Banco Central (BC) reduziu a projeção de queda da economia brasileira este ano. A estimativa de recuo do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, passou de 6,4%, previstos em junho, para 5%. A estimativa está no Relatório de Inflação, divulgado trimestralmente pelo BC.

No relatório, o BC lembra que o PIB recuou 9,7% no segundo trimestre de 2020, “repercutindo a magnitude da retração da atividade em março e, principalmente, em abril”. Segundo o Banco Central, há “perspectivas mais favoráveis para o terceiro trimestre, em linha com os indicadores domésticos disponíveis, as informações mais recentes sobre a pandemia e a evolução esperada da economia internacional”.

Para 2021, “ainda com incerteza acima da usual”, a projeção de crescimento é de 3,9%. “Ressalte-se que essa perspectiva depende da continuidade do processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira, condição essencial para permitir a recuperação sustentável da economia”, finaliza o Banco Central.

PUBLICIDADE

Recomendados