Dólar aproxima-se de R$ 5,70 e tem maior valor em 5 meses

Cotidiano

27 de outubro de 2020 21:50

Agência Brasil


Relacionadas

PR deve produzir 24 milhões de toneladas na safra de verão

Mais de 50 cidades brasileiras terão 2º turno neste domingo

Paraná chega a 1 milhão de testes e amplia a capacidade

PG e Pitanga plantam mais de 2,1 mil árvores nativas
Produtor de cevada comemora produção, qualidade e preço
PR chega a 1 milhão de testes e amplia a capacidade
Polícia prende criminosos que criavam sites falsos
Dólar comercial encerrou esta terça-feira (27) vendido a R$ 5,682, com alta de R$ 0,07 (+1,25%) Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Tensões políticas no Brasil e eleições nos EUA tumultuaram mercado

Num dia marcado por tensões políticas no Congresso brasileiro e pela expectativa com as eleições presidenciais nos Estados Unidos, o dólar aproximou-se de R$ 5,70 e fechou no maior valor em cinco meses. O dólar comercial encerrou esta terça-feira (27) vendido a R$ 5,682, com alta de R$ 0,07 (+1,25%).

A cotação está no nível mais alto desde 20 de março, quando havia fechado em R$ 5,69. O dólar chegou a abrir em baixa, mas reverteu o movimento ainda nos primeiros minutos de negociação e passou a subir. A alta durante a tarde, depois que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, cancelou a sessão de hoje por falta de acordo na Comissão Mista de Orçamento, que podem atrasar a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária de 2021.

Além das tensões internas, o dólar foi pressionado por fatores externos. A proximidade das eleições norte-americanas, daqui a uma semana, aumentou a incerteza nos mercados internacionais em relação a um acordo sobre um novo pacote de estímulos econômicos nos Estados Unidos, que ficou para depois das votações.

A segunda onda de casos de covid-19 na Europa e o aumento do número de novos casos nos Estados Unidos também influenciaram o mercado externo. Com regiões norte-americanas discutindo o endurecimento das restrições sociais e vários países da Europa adotando medidas de toque de recolher, a expectativa de recuperação da economia global está deteriorada.

As informações são da Agência Brasil

PUBLICIDADE

Recomendados