Ponte da Amizade está aberta sem restrições a partir de hoje

Cotidiano

30 de outubro de 2020 11:40

Da Redação


Relacionadas

Bebê é encontrado em caixa de sapato dentro de lixeira

Jovem dopa e mata idoso para roubar R$ 35 mil

TSE mantém protocolos sanitários no segundo turno

E-Título pode ser baixado até 23h59 deste sábado
Ministro da Infraestrutura anuncia que está com covid-19
PF prende em Portugal suspeito de invasão hacker ao TSE
Para justificar ausência, eleitor deve baixar e-Título hoje
Após duas semanas de teste e com resultados considerados positivos, agora a circulação na fronteira não tem mais restrições. Foto: Reprodução/CGN
PUBLICIDADE

Pedestres podem voltar a circular pela fronteira

A Direção Nacional de Migração informou que a partir de desta sexta-feira (30), a Ponte da Amizade está totalmente aberta; ou seja, 24 horas por dia e sem quaisquer restrições.

A resolução foi divulgada nesta quinta-feira (29), quinze dias após a reabertura parcial da fronteira, que ficou quase sete meses fechada  como medida de saúde devido à pandemia de covid-19.

Nesses 15 dias de reabertura não houve reincidência de casos da doença em Cidade do Leste então o trânsito foi liberado. De acordo com o governo do Paraguai, também não houve aumento nas internações por causa da doença.

Nessas duas semanas, apenas o tráfego de veículos foi permitido como medida de prevenção contra o coronavírus.

Após duas semanas de teste e com resultados considerados positivos, agora a circulação na fronteira não tem mais restrições.

O pneumologista Carlos Pallarolas, da Décima Região de Saúde, de Alto Paraná, informou ao ABC Color que os casos positivos estão na média de 12 por dia na região.

O médico também disse que a ocupação dos leitos em UTI é de 40 a 45%, enquanto na área de internação chega a 15%. Além disso, a metade dos pacientes é de outros departamentos como Itapúa, Caaguazú e Canindeyú.

“Na maioria são casos leves, que estão na média de 10 a 12 casos positivos por dia. Já faz algum tempo que temos uma prevalência baixa”, comentou o especialista.

*Com informações do ABC Color

Informações CGN

PUBLICIDADE

Recomendados