Beto Preto pede consciência e que pessoas fiquem em casa

Cotidiano

21 de novembro de 2020 16:32

Fernando Rogala


Relacionadas

Brasil tem 49,8 mil novos casos de covid-19 e 698 mortes

Polícia prende cinco suspeitos de roubar banco em Criciúma

USP busca voluntários para testar vacina contra HIV

Grupo Tacla lança aplicativo para integrar físico e digital
Portos do Paraná devem atingir 57 milhões de toneladas
Ambev atinge 30% da meta de zerar a poluição plástica
Educação ganha personagens para interagir com estudantes
Secretário mostra preocupação com o coronavírus Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Crescente número de casos preocupa secretário de Saúde, para evitar a contaminação e proliferação acelerada do vírus

O Secretário de Estado de Saúde, Beto Preto, emitiu um comunicado, na manhã deste sábado (21), com um alerta sobre o aumento do número de casos de coronavírus no Paraná, solicitando ‘medidas de consciência’ por parte da população, para evitar a contaminação e proliferação acelerada do vírus.  Ele reforça o pedido para que as pessoas fiquem em casa, pelo fato do vírus ser ‘incontrolável’. E acrescenta que é preciso coragem de todos para superar este momento.

Veja o comunicado na íntegra:

 

"A Secretaria de Estado da Saúde alerta que apesar da reativação de leitos, medidas de consciência pela população devem ser adotadas neste momento. Os paranaenses já foram colaborativos neste sentido e precisamos novamente deste esforço.

Não faltaram leitos de UTI no Paraná até o momento. Foi habilitada uma segunda rede hospitalar para enfrentar a pandemia. O Governo do Paraná está atuando de maneira firme e descentralizada para assegurar estas estruturas. Mas leitos disponíveis não são a justificativa para que as pessoas façam festas, realizem churrascos com amigos, promovam encontros ou estejam aglomeradas. Quem puder ficar em casa, que faça isso. São recursos e estruturas finitas.

Quase 6 mil paranaenses já morreram pelo coronavírus. O vírus é incontrolável e atinge qualquer pessoa.

É preciso coragem de todos neste cenário. Os municípios têm autonomia para decidir sobre medidas restritivas nos seus territórios. Muitos gestores estão fazendo esforços imensuráveis nesta crise. Mas o vírus já mostra que não escolhe a sua vítima. Pessoas morreram.

Por isso, precisamos de todos nesta guerra. Preservar vidas e a saúde dos paranaenses é a nossa missão.

Beto Preto, secretário de Saúde do Paraná"

PUBLICIDADE

Recomendados