Ministério da Justiça registra 145 ocorrências e 18 prisões

Cotidiano

29 de novembro de 2020 13:40

Agência Brasil


Relacionadas

Velocidade na Terra tem prova adiada pela 3ª vez no Paraná

Prefeitura de Manaus não libera escolas municipais para Enem

Ratinho quer imunizar todos os paranaenses

Ministro da Saúde defende o afastamento social
CCR avança com detonações de rochas na BR-376
Benefícios do INSS acima de um salário sofrem reajuste
Câmara dos EUA aprova impeachment de Trump
De acordo com relatório divulgado há pouco pelo ministério, foram apreendidos, até o momento, R$ 8,9 mil, além de cinco veículos. Foto: Reprodução/Agência Brasil
PUBLICIDADE

Das 145 ocorrências registradas, 109 foram por crimes eleitorais 

Aumentou para 145 o número de ocorrências contabilizadas pelo Ministério da Justiça neste domingo (29) de eleições. Já o número de prisões e conduções, registradas até as 11h, está em 18. De acordo com relatório divulgado há pouco pelo ministério, foram apreendidos, até o momento, R$ 8,9 mil, além de cinco veículos. Há ainda 170 casos de material de campanha apreendidos, dois inquéritos policiais já instaurados e dois termos circunstanciados de ocorrências lavrados.

Das 145 ocorrências registradas, 109 foram por crimes eleitorais como boca de urna (sete), compra de votos (duas), concentração de eleitores (4), desobediência a ordens da Justiça Eleitoral (87), desordens que prejudicam os trabalhos eleitorais (8), e um caso de “atos e imputações inverídicas” (fake news). Outras 26 ocorrências se devem a indícios de desinformação sobre o processo eleitoral (também relacionado a fake news).

De acordo com relatório do Ministério da Justiça, oito incidentes de segurança pública e defesa social ocorreram no entorno de locais de votação: quatro por bloqueio de vias, um por falta de energia, um por manifestações e duas ocorrências de atendimentos de urgência e emergência.

Integrantes da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, do Ministério da Defesa, Tribunal Superior Eleitoral, representantes dos estados e de outros órgãos do governo federal têm acesso às ocorrências. A Operação Eleições 2020 conta com efetivo de 90.904 agentes e o apoio de 13.204 viaturas.

PUBLICIDADE

Recomendados