Criciúma vira cenário de guerra com assalto a banco

Cotidiano

01 de dezembro de 2020 08:09

Da Redação


Relacionadas

Fernando Moraes assume a presidência da Faciap

Paraná registra mais 63 mortes por covid-19

Toro para em cima de Audi após engavetamento no Paraná

Paraná espera que vacinas de Oxford cheguem hoje
Larry King, lenda da televisão americana, morre aos 87 anos
Estado avalia potencial turístico em reservatórios artificiais
Número de casos de Covid chega a 8,75 milhões no Brasil
Reféns foram usados como 'escudo humano' para impedir a ação da polícia Foto: Reprodução/Twitter
PUBLICIDADE

Quadrilha atacou agências no centro da cidade e trocou tiros com a polícia por mais de quatro horas nesta madrugada

Moradores da cidade de Criciúma, na região Sul de Santa Catarina, viveram uma madrugada de guerra com o ataque de uma quadrilha especializada em assaltos a bancos. Dezenas de bandidos fortemente armados invadiram a tesouraria regional de um banco, ateou fogo em veículos por toda a cidade e fez vários reféns para serem usados como escudos.

A ação começou pouco depois da meia noite e a troca de tiros se estendeu pelo menos até as 4h. Durante a intensa troca de tiros, um refém e um policial militar ficaram feridos – a gravidade das lesões ainda não foi informada oficialmente.

A princípio, 30 bandidos encapuzados participaram da ação criminosa e ainda não há informações sobre prisão de membros do grupo. Quatro homens foram detidos pela polícia por furtarem dinheiro abandonado pelos criminosos. Eles foram encontrados num apartamento com R$ 810 mil em duas bolsas. A polícia também encontrou espalhado pelas ruas cerca de R$ 300 mil.

As informações são do G1.

PUBLICIDADE

Recomendados