USP busca voluntários para testar vacina contra HIV

Cotidiano

03 de dezembro de 2020 08:20

Agência Brasil


Relacionadas

Carlos Villagrán, o 'Kiko', lança pré-candidatura a governador

PR lidera ranking nacional com 74 mil empregados

Alep retoma parte das atividades de forma presencial

Dengue pode ser fator de proteção contra por Covid-19
IMM beneficia mais de 22 mil pessoas em 2020
Ford anuncia que deixará de produzir carros no Brasil
Sorteio do Nota Paraná faz novo milionário no Estado
Até o momento, as pessoas que receberam a vacina conseguiram produzir satisfatoriamente anticorpos e imunidade contra a infecção. Foto: Reprodução/Pexels
PUBLICIDADE

Estudo é desenvolvido em cooperação com instituições de outros países

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) está buscando  voluntários no Brasil para testar uma vacina contra o HIV. O estudo, chamado Mosaico, iniciado há cinco anos, está sendo desenvolvido em cooperação por instituições de diversos países. 

Até o momento, as pessoas que receberam a vacina conseguiram produzir satisfatoriamente anticorpos e imunidade contra a infecção. A pesquisa já foi aprovada pela fase pré-clínica, animal, e fases 1 e 2 em humanos. 

No Brasil, os voluntários devem ser homens gays ou bissexuais cisgêneros e homens ou mulheres transexuais entre 18 e 60 anos. Os interessados podem entrar em contato com o Programa de Educação Comunitária da USP pelo Instagram ou pelo e-mail [email protected].

A tecnologia empregada na vacina em desenvolvimento é a de vetor, em que são injetadas informações genéticas de proteínas do HIV dentro de um outro vírus, inofensivo a seres humanos.

Quando o indivíduo é vacinado, o vírus inserido no organismo se multiplica, fazendo com que o corpo receba as proteínas que foram injetadas em seu material genético. Assim, o vacinado produz resposta imune contra proteínas do vírus inofensivo e também contra as do HIV.

PUBLICIDADE

Recomendados