População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro

Cotidiano

03 de dezembro de 2020 10:20

Brasil 61


Relacionadas

Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições nesta segunda-feira

Nova Mesa do Senado será eleita em fevereiro

IAT orienta população sobre entrada nos parques estaduais

TSE suspende consequências para quem não votou em 2020
Japão nega que Olimpíada de 2021 será cancelada
Portos doam resíduos e reciclagem ajuda a natureza
Governo cria Cadastro Nacional das Organizações Religiosas
Em relação a setembro, houve alta de 2,1% na população desocupada. A taxa de desemprego ficou em 14,1%. Foto: Reprodução/Brasil 61
PUBLICIDADE

Houve alta de 2,1% em relação a setembro; taxa de desemprego atinge maior taxa desde maio

No mês de outubro, a população desocupada em território nacional chegou a 13,76 milhões. É o que aponta a pesquisa mensal Pnad Covid-19, do IBGE. O resultado do décimo mês do ano é o recorde da série em 2020, iniciada em maio. Em relação a setembro, houve alta de 2,1% na população desocupada. A taxa de desemprego ficou em 14,1%. 

Segundo a pesquisa, a força de trabalho cresceu 1,5% na comparação com setembro e alcançou quase 98 milhões em outubro. O número de pessoas fora da força de trabalho teve redução de 1,9% e somou 72,7 milhões.

O IBGE também levantou informações sobre trabalhadores informais e auxílio emergencial. De acordo com o instituto, em outubro, 29 milhões de pessoas tinham trabalho informal – total de 34,5% dos ocupados.

Em relação ao benefício, o Norte (58,4%) e o Nordeste (56,9%) foram as regiões com os maiores percentuais de domicílios que receberam o auxílio. Amapá (68,6%); Pará (62,2%); Maranhão (61,4%), Alagoas (60,3%) e Acre (59,6%) são os estados que mais tiveram acesso ao benefício. 

PUBLICIDADE

Recomendados