PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Biden anuncia retorno dos EUA ao Acordo de Paris

Cotidiano

21 de janeiro de 2021 08:40

Agência Brasil


Relacionadas

Aulas presenciais no Paraná não serão retomadas segunda

Paraná terá ‘lockdown’ a partir deste sábado

Desemprego recua para 13,9% no 4º trimestre

ACIPG diz que vacinação tem efeitos positivos na economia
Ratinho anuncia novas medidas no Paraná às 11h
Polícia Federal apreende 154 kg de crack no Paraná
Nova embaixadora do Haiti visita o Paraná
O presidente também assinou pelo menos seis decretos relacionados à imigração. Foto: Reprodução/Fotos Públicas
PUBLICIDADE

Presidente também assinou decretos relacionados à imigração 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou, nesta quarta-feira (20), o retorno dos Estados Unidos ao Acordo de Paris. Biden prometeu colocar os Estados Unidos no caminho do saldo zero em emissões de gases de efeito estufa até 2050. Biden e a vice-presidente Kamala Harris tomaram posse na tarde de hoje.

Biden também revogou uma licença que era essencial para o projeto de oleoduto Keustone XL e uma moratória a atividades de exploração de óleo e gás no Refúgio Nacional da Vida Selvagem no Ártico. 

O presidente também assinou pelo menos seis decretos relacionados à imigração. Entre os decretos, está a suspensão imediata da proibição da entrada nos Estados Unidos de pessoas oriundas de diversos países, principalmente muçulmanos ou africanos, interromper a construção de um muro na fronteira com o México e reverter uma ordem do ex-presidente Donald Trump que impedia que imigrantes ilegais fossem contados na próxima redefinição dos distritos eleitorais para o Congresso dos EUA.

Biden ainda assinou um memorando direcionando o Departamento de Segurança Nacional e o procurador-geral dos EUA a preservar o programa Daca, que protege de deportação imigrantes que chegaram ao país como crianças, e para reverter a ordem executiva de Trump que pede fiscalização interna mais rígida à imigração.

O presidente também enviou ao Congresso um projeto de lei de imigração que abre caminho para a cidadania de imigrantes que vivem ilegalmente no país.

* Com informações da Agência Reuters

PUBLICIDADE

Recomendados