PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Bolsonaro quer mais quatro parcelas de R$ 250 do auxílio emergencial

Cotidiano

27 de fevereiro de 2021 15:40

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Com liberação FPF confirma jogos de Coritiba e Paraná

368 mil doses de vacinas contra a covid-19 chegam ao PR

Sebrae/PR e Abrasel orientam restaurantes e bares

TSE prevê compra de 176 mil urnas eletrônicas para 2022
Duplicação da BR-277 atende antigo anseio de Guarapuava
PR lidera ranking de emprego via Agências do Trabalhador
Governador Ratinho Jr. lamenta a morte de Michel Micheleto
Presidente citou diálogo com o Congresso Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Proposta do presidente é que benefício comece a ser pago já neste mês de março

Na última quinta-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro deu sinais que a nova rodada do auxílio emergencial está próximo: seriam quatro parcelas de R$ 250, a partir de março – que começa já nesta segunda-feira. O tema vem sendo debatido com o ministro da Economia, Paulo Guedes, além da discussão que já ocorre no Congresso.

“Estive hoje (quinta-feira) com Paulo Guedes. A princípio, o que deve ser feito: a partir de março, por quatro meses, R$ 250 de auxílio emergencial. É isso que está sendo conversado em especial com os presidentes da Câmara e do Senado, porque a gente tem que ter certeza de que o que nós acertamos – vai ser conjunto, não vai ser só eu e a equipe econômica, vai ser junto com Legislativo também – na ponta da linha aquilo seja honrado por todos nós”, apontou o presidente em pronunciamento nas redes sociais.

Apesar do tema ser debatido, ainda não há mais detalhes sobre como será o processo de pagamento ou os grupos que serão enquadrados. No ano passado, o auxílio emergencial foi estendido até dezembro e, nos dois primeiros meses de 2021, só foi pago de forma retroativa para quem tinha direito ao benefício e não recebeu.

PUBLICIDADE

Recomendados