PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Paraná tem 301 pacientes com covid esperando por UTI

Cotidiano

04 de março de 2021 09:36

Da redação com Banda B


Relacionadas

Campanha nacional ensina a economizar energia elétrica

No Brasil, 82,7% dos domicílios possuem acesso à internet

MPF cobra medidas para a vacinação de gestantes no PR

PR ultrapassa 2 milhões de doses aplicadas contra a Covid
Câmara aprova PL que torna escolas serviços essenciais
Infrações praticadas por menores caem na pandemia
CT da UEPG incentiva esporte universitário do Paraná
Há mais de 900 pessoas internadas em UTI com covid-19 no Paraná Foto: Divulgação/AEN
PUBLICIDADE

Além disso, há mais de 400 contaminadas pelo coronavírus esperando por leitos clínicos. Hoje no Paraná há mais de 900 pessoas internadas em UTI com a doença


Balanço da Secretária Estadual de Saúde do Paraná (Sesa-PR), divulgado na noite desta quarta-feira (3), aponta uma fila de 730 pacientes esperando por leitos para covid-19 no estado. Com o sistema de saúde em colapso, 301 pacientes precisam com urgência da transferência para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com a Sesa-PR, pela regulação estadual são 219 pacientes precisando de UTI e 278 de enfermaria. Já na regulação de leitos de Curitiba e região metropolitana, são 82 pacientes precisando de UTI e 151 de enfermaria.

 

Internados

De acordo com a Sesa, 2.143 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.857 pacientes em leitos SUS (785 em UTI e 1.072 em leitos clínicos/enfermaria) e 286 em leitos da rede particular (116 em UTI e 170 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.869 pacientes internados, 656 em leitos UTI e 1.213 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos da rede pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Mortes

Nesta quarta-feira, a Sesa-PR A secretaria estadual informa a morte de mais 118 pacientes. São 56 mulheres e 62 homens, com idades que variam de 13 a 94 anos. 11 óbitos ocorreram em 2020 e os demais entre 13 de janeiro a 2 de março de 2021. No Brasil, nesta quarta, houve a confirmação de um novo recorde de mortes, com mais de 1,9 mil vítimas fatais.

Veja mais informações na Banda B

PUBLICIDADE

Recomendados