PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Paraná reafirma compromisso com abastecimento de oxigênio

Cotidiano

04 de março de 2021 16:20

Da Redação


Relacionadas

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em junho

Brasil terá em maio 4 milhões de doses do Covax Facility

Paraná ultrapassa 900 mil casos do coronavírus

Mundo chega a 3 milhões de mortes por covid-19
Autoridades interrompem festa com 50 pessoas no Paraná
Estado repassa novos insumos para combater a covid-19
Mortes de gestantes por covid-19 dobram em 2021
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) realizou uma reunião nesta quarta-feira (3) com fornecedores de oxigênio para reafirmar o compromisso no abastecimento no Estado. No Paraná não houve nenhuma desabastecimento de oxigênio. Na foto, o diretor geral da Sesa, Nestor Werner Júnior. Foto: Américo Antonio/SESA
PUBLICIDADE

Estado se reúne com fornecedores afim de se preparar para o atendimento com aumento de demanda


A Secretaria de Estado da Saúde realizou nesta quarta-feira (03) uma reunião com fornecedores de oxigênio para reafirmar o compromisso com o abastecimento no Estado. No Paraná não houve nenhuma situação de falta do produto. Os municípios são orientados a ficarem atentos às demandas de forma constante a fim de garantir a disponibilidade a todos os pacientes que precisam.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, a pedido do governador Carlos Massa Ratinho Junior, já oficiou os municípios para que monitorem de forma permanente o abastecimento.

“Enviamos um ofício para todos os municípios para que alinhem suas expectativas de acordo com a sua realidade de distribuição nas suas estruturas de saúde que utilizam oxigênio e que estejam preparadas para o atendimento com aumento de demanda”, disse o secretário.

No último fim de semana a secretaria estadual identificou em alguns municípios certa dificuldade de logística no fornecimento, mas que foi rapidamente superada.

“Nas unidades próprias do Estado não temos desabastecimento de oxigênio. Temos orientado os municípios para que os gestores verifiquem as suas estruturas e as condições contratuais de fornecimento de forma antecipada. Estamos vigilantes neste sentido”, afirmou o secretário.  

As empresas que fornecem o produto manifestaram capacidade de atendimento no Paraná. A Secretaria de Estado da Saúde não possui estoque de oxigênio e contrata empresas que fornecem para as unidades hospitalares próprias do Paraná.

“Foi uma reunião produtiva para reafirmarmos o contexto do insumo, que foi garantido pelos fornecedores. É importante ressaltarmos que não houve falta de abastecimento em nenhuma unidade própria do Estado e nenhum paciente ficou desassistido”, destacou o diretor-geral da secretaria, Nestor Werner Júnior.


Fonte: Agência de Notícias do Paraná

PUBLICIDADE

Recomendados