PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Bolsonaro promete isentar motos de pedágio em rodovias

Cotidiano

10 de maio de 2021 12:20

Da Redação


Relacionadas

Paraná formaliza acordo de cooperação mútua com os EUA

Homem pode ter morrido após descarga elétrica de celular

Apostador ganha o prêmio de R$ 7 mi da Mega Sena

Paraná confirma mais 10.415 casos de covid neste domingo
Polícia flagra mais de 800 pessoas em aglomerações
Saúde distribui 7,6 milhões de doses da vacina da AstraZeneca
PR ultrapassa 5 milhões de doses aplicadas contra a Covid
Presidente afirmou a apoiadores nesta segunda-feira que futuras concessões já devem contar com liberação para esse tipo de veículo Foto: Divulgação/Planalto
PUBLICIDADE

Presidente afirmou a apoiadores nesta segunda-feira que futuras concessões já devem contar com liberação para esse tipo de veículo

O presidente Jair Bolsonaro prometeu a um apoiador na frente do Palácio da Alvorada, em Brasília, que as futuras concessões de rodovias federais não cobrarão pedágio de motociclistas. Bolsonaro explicou que contratos antigos não podem ser mudados. "Já acertei com Tarcísio [Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura] para ele, nas futuras concessões, tirar as motos fora [da cobrança de pedágios]”, afirmou nesta segunda-feira (10). As informações são do R7.

O eleitor do presidente explicou que havia viajado de Minas Gerais a Brasília de moto. Segundo ele argumentou, não fazia sentido a cobrança de pedágio em rodovias já que ela é feita por eixo, e a motocicleta não tem nenhum. Na conversa, o presidente explicou que gostaria de fazer mais coisas pelo Brasil, "mas está difícil".

A um senhor que pedia a construção de uma ponte sobre o Rio Xingu, em Altamira (PA), que beneficiaria 30 mil famílias, ele perguntou qual seria o tamanho da obra e arrematou após a resposta: “Um quilômetro! É uma ponte cara, hein? Um quilômetro não é fácil. Só temos, o Tarcísio só tem R$ 8 bilhões de orçamento. Vou manda ele dar uma olhada.” 

PUBLICIDADE

Recomendados