PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

EX-jogador que esquartejou a irmã é condenado

Cotidiano

18 de agosto de 2021 22:30

Da Redação


Relacionadas

Zé Trovão grava vídeo e diz que se entregou à Justiça

Inglês Paraná fornece acesso facilitado para aprendizado

Brasil gera 313,9 mil empregos formais em setembro

Parques do Paraná são bem avaliados por turistas
Relator sugere indiciamento de 81; Bolsonaro está na lista
Caso Henry: novas imagens do elevador são divulgadas
Entenda o impacto do ICMS nos preços dos combustíveis
ex-jogador de futebol Luís Antônio de Medeiros Senna Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Luís Antônio de Medeiros Senna é acusado de matar e esquartejar a irmã Samura Sento Sé Braz, de 34 anos, em meio a uma disputa por herança

 O ex-jogador de futebol Luís Antônio de Medeiros Senna, de 47 anos, foi condenado a 15 anos de prisão pelo assassinato da irmã, a designer gráfica Samura Sento Braz, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, em março de 2019. A sentença é do 4º Tribunal do Júri.

O motivo do crime, de acordo com a denúncia do Ministério Público, foi uma disputa com a irmã pela herança deixada pela mãe adotiva, Antônia Sento Sé Senna, que morreu em 2014.

De acordo com as investigações, o ex-jogador — que teve passagens por equipes pequenas do Rio nos anos 1990, como Bangu e Portuguesa — desferiu pelo menos 30 facadas contra a vítima e esquartejou seu corpo dentro da casa onde os dois moravam.

Para ler a matéria completa no portal Metrópoles clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados

POLÍTICA NA REDE - 26/10/2021 14:40h

O racha no PSOL em Ponta Grossa

Membros do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) tornaram públicas suas divergências na cidade. Ente...