PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Jovem morre após passar mal em treino de muay thai

Cotidiano

16 de setembro de 2021 14:15

Da Redação


Relacionadas

CCR RodoNorte realiza quase 60 mil atendimentos

Paraná busca ampliar auxílio emergencial a 25 mil empresas

CPI conclui depoimentos e relatório será lido na quarta

Para novembro, Petrobras teme desabastecimento no Brasil
Cachorro faz pose e seduz passageira de carro vizinho
Ratinho Junior entrega caminhões-pipa para 46 cidades do Paraná
Estado divulga lista do programa Bolsa Qualificação Cultural
Jonathan Bentes de Almeida tinha 18 anos. Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Jonathan Bentes de Almeida tinha 18 anos, e fazia sua primeira aula na academia especializada em arte marcial.

Um jovem de 18 anos morreu na noite de terça-feira (14) após passar mal durante um treino de muay thai, em Manaus, capital do Amazonas. Ele foi atingido na região do tórax durante um exercício e precisou ser socorrido. As informações são do UOL.

Jonathan Bentes de Almeida fazia uma aula na academia “Thai Roots-Muaythai”, especializada na arte marcial, e chegou a ser submetido a tentativas de reanimação, mas ele acabou não resistindo.

À polícia, o pai do garoto disse que ele não tinha o costume de frequentar a academia. Segundo relatos nas redes sociais, praticantes da arte marcial indicaram que teria sido a primeira aula que Jonathan havia feito. A informação será averiguada durante as investigações.

Em seu perfil no Instagram, a academia lamentou a morte do jovem, e disse que ele começou no estabelecimento fazendo parte de um projeto social.

“É com grande pesar que a família Thai Roots informa o falecimento de Jonathan Bentes, muito querido e respeitado por todos os colegas. Um aluno muito especial que começou fazendo parte de nosso projeto social. Um ser humano incrível e cheio de qualidades, um menino de luz. Sua falta está sendo muito sentida por todos nós. Manifestamos nossos sentimentos e prestamos solidariedade a todos os familiares e amigos”, diz a nota.

O caso será encaminhado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que vai investigar as circunstâncias da morte de Jonathan.

Com informações do Portal ISTOÉ.

PUBLICIDADE

Recomendados