PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Vulcão capaz de gerar tsunami no BR entra em alerta amarelo

Cotidiano

16 de setembro de 2021 17:48

Da Redação


Relacionadas

Cachorro faz pose e seduz passageira de carro vizinho

Ratinho Junior entrega caminhões-pipa para 46 cidades do Paraná

Estado divulga lista do programa Bolsa Qualificação Cultural

População pode escolher nome da nova onça-parda de Curitiba
Brasil registra menor média móvel de mortes da covid-19
STF rejeita ação contra atos e falas do presidente Bolsonaro
Incêndio em aquecedor de gás deixa pai e filho feridos
Pesquisadores afirmam que pode haver um tsunami capaz de afetar do litoral do Rio Grande do Sul ao Amapá Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Caso ocorra uma grande erupção, pesquisadores afirmam que pode haver um tsunami capaz de afetar do litoral do Rio Grande do Sul ao Amapá


Um vulcão localizado na ilha La Palma, na costa do continente africano, pode provocar um tsunami capaz de atingir todas as Américas, com o Norte e Nordesde do Brasil regiões de maior impacto. A informação de alerta amarelo foi dada pelo portal MetSul Meteorologia.

O Plano Especial de Proteção Civil e Atenção às Emergências de Risco Vulcânico das Ilhas Canárias (Pevolca) elevou o nível de alerta de verde para amarelo. Quando acionado, a população deve se prevenir e ficar atenta as mudanças. Além disso, a atividade vulcânica e sísmica passa a ser monitorada intensamente.

O vulcão batizado de Cumbre Vieja, está adormecido há décadas e começou a dar sinais de atividade moderada nos últimos dias. O Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias, Involcán, descreveu o movimento como “uma mudança significativa” no vulcão, ligada ao fenômeno conhecido como intrusão magmática, um processo que ocorre dentro da crosta terrestre em que o magma se aproxima da superfície. 

Segundo a meteorologia, somente em caso de grande erupção, um tsunami afetaria todas as áreas costeiras banhadas pelo Oceano Atlântico, o que inclui todo o litoral do Brasil, do Rio Grande do Sul ao Amapá. Por isso, pesquisadores estão sempre alerta no vulcão de Las Palmas.

Segundo o site Metsul, a região de La Palma enfrenta um aumento relevante nos movimentos sísmicos desde sábado, "Sua intensidade aumentou com abalos que tiveram magnitude superior a 3. A profundidade dos epicentros também diminuiu, em média, de 30 para 12 quilômetros. Só ontem foram mais de 100 tremores e um teve profundidade de apenas 4 quilômetros", informa.

"Toda a população costeira deve ser conscientizada, em especial do Norte e Nordeste do Brasil, pois seriam os principais afetados, e assim evitaríamos danos pessoais. Estudos mais recentes dizem que as chances de ocorrência são remotas e longínquas, no entanto, o estabelecimento de sistemas de alarme que possibilitam a evacuação de áreas é justificável quando se trata de vidas humanas”, explicou o geólogo Mauro Gustavo Reese Filho ao MetSul.

Um pesquisador do Instituto de Ciências do Mar da UFC (Universidade Federal do Ceará), Carlos Teixeira, disse ao UOL que o vulcão pode vir a ter uma erupção e que a possibilidade de Tsunami é mínima,"mas é uma possibilidade".

Carlos Teixeira diz afirmou que não é preciso se preocupar no momento. "Se essa possibilidade de erupção ocorrer, não significa que vai ser explosiva; se for, não quer dizer que vai chegar aqui com ondas de oito, dez metros; pode chegar aqui bem menor", explica.


Segundo o site Metsul, a região de La Palma enfrenta um aumento relevante nos movimentos sísmicos desde sábado, "Sua intensidade aumentou com abalos que tiveram magnitude superior a 3. A profundidade dos epicentros também diminuiu, em média, de 30 para 12 quilômetros. Só ontem foram mais de 100 tremores e um teve profundidade de apenas 4 quilômetros", informa.


Com informações do IG

PUBLICIDADE

Recomendados