PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Bolsonaro pode viajar para NY sem se vacinar? Entenda

Cotidiano

19 de setembro de 2021 19:45

Da Redação


Relacionadas

Fiep sela acordo para ampliar relações com países árabes

Feira do Empreendedor 2021 começa dia 23

Mili expande linha de papéis higiênicos Prime Comfort

Auxílio Brasil deve beneficiar 17 milhões de brasileiros
Paraná registra mais 543 casos e 18 mortes por Covid
Pfizer entrega mais 1,3 milhão de doses de vacina ao Brasil
Cães e gatos podem ter vírus da covid, mas não transmitem
Entenda como acontecerá a viagem de Bolsonaro para Nova York sem a vacina contra a covid-19 Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Oficialmente, o presidente segue sem estar vacinado. No entanto, não deverá ter problema para participar da reunião anual de líderes na sede das Nações Unidas


O presidente Jair Bolsonaro deve viajar a Nova York nos próximos dias para participar da Assembleia Geral da ONU. Como todo ano, ele fará o discurso representando o Brasil.

A informação oficial é que ele não está vacinado contra a Covid-19. Neste caso, como vai ser a circulação do presidente em Nova York e na ONU?

Existia uma dúvida sobre se a ONU exigiria a vacinação de chefes de Estado. Aconteceu também uma pressão da prefeitura de Nova York para que isso fosse exigido, mas o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres acabou confirmando que não haverá essa condição para participação.

A entidade vai oferecer vacinas para chefes de estado e delegações que quiserem se vacinar, mas acontece que a ONU é como se fosse um território internacional: não está sujeita às regras de nenhum país específico, portanto não tem o poder de barrar a entrada de chefes de Estado que não estejam imunizados.

Assim, Bolsonaro não vai ter problemas em fazer o discurso conforme planejado. Já a circulação na cidade de Nova York pode ficar mais complicada.

Na maior cidade americana praticamente não se consegue fazer nada sem o comprovante de vacinação. Não é possível, por exemplo, ir a um restaurante e sentar na parte interna sem apresentá-lo.

O mesmo vale para instituições culturais. Em algumas delas você pode apresentar teste negativo, mas em muitos lugares é pedido o cartão de vacinação.

Bolsonaro terá que seguir as regras de Nova York e usar máscara em todos os lugares fechados.

Em relação à quarentena antes de ingressar nos EUA, é sabido que pessoas vindas do Brasil para precisam passar duas semanas em um país neutro antes de poderem pisar em solo americano. Porém, isto não se aplica a chefes de Estado, apenas a cidadãos comuns. Assim, o presidente Bolsonaro poderá voar direto do Brasil a Nova York.


Com informações G1

PUBLICIDADE

Recomendados