PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Sem exportar para a China, preço da carne bovina pode cair

Cotidiano

19 de setembro de 2021 19:56

Da Redação


Relacionadas

Cachorro faz pose e seduz passageira de carro vizinho

Ratinho Junior entrega caminhões-pipa para 46 cidades do Paraná

Estado divulga lista do programa Bolsa Qualificação Cultural

População pode escolher nome da nova onça-parda de Curitiba
Brasil registra menor média móvel de mortes da covid-19
STF rejeita ação contra atos e falas do presidente Bolsonaro
Incêndio em aquecedor de gás deixa pai e filho feridos
Volume que não está sendo exportado, acaba represado no país, o que acende um alerta para o setor. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A baixa nos preços ainda tem relação com o caso atípico de mal da vaca registrado em dois estados brasileiros recentemente

 

O preço do boi gordo tem registrado queda nas principais regiões produtoras do Brasil na segunda quinzena de setembro. Segundo o analista da Safras & Mercado, Fernando Iglesias, a baixa nos preços ainda tem relação com o caso atípico de mal da vaca registrado em dois estados brasileiros recentemente.

“Após a confirmação desses dois casos, a China suspendeu as exportações de carne bovina no Brasil. Isso gerou um caos para o mercado, fazendo com que os preços caíssem em São Paulo e no Centro-Oeste”.

Ainda segundo o analista, esse volume que não está sendo exportado, acaba represado no país, o que acende um alerta para o setor.

“Estima-se que há 130 mil toneladas de carne parada em câmaras frias e portos. É um volume relativamente grande e há toda uma preocupação logística se isso acabará entrando no mercado interno. Se isso acontecer, os preços da carne vão desabar e ficará ainda mais difícil para os frigoríficos segurarem os preços”, destaca.


Com informações do Canal Rural

PUBLICIDADE

Recomendados