PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Redemoinho de fogo é registrado no Pantanal

Cotidiano

27 de setembro de 2021 11:13

Da Redação


Relacionadas

Relator sugere indiciamento de 81; Bolsonaro está na lista

Caso Henry: novas imagens do elevador são divulgadas

Entenda o impacto do ICMS nos preços dos combustíveis

Buracos na pista causam grave acidente em rodovia da região
Após obras, ao menos 16 tubarões foram vistos em SC
Bebê de 1 ano morre baleado no Rio enquanto cortava cabelo
Jovem é executado na frente da esposa grávida em Curitiba
PUBLICIDADE

Tempo muito seco e quente no Centro-Oeste do Brasil favorece incêndios e cria condições favoráveis para o surgimento de vórtices de fogo

 

Um redemoinho de fogo foi observado na região do Pantanal mato-grossense em meio ao tempo muito seco e quente que atinge a região. Em Paraguai-Mirim, ao Norte de Corumbá, a formação de um redemoinho de fogo ontem assustou as equipes do Corpo de Bombeiros Militar que combatiam uma linha de fogo. De acordo com o Diário Corumbaense, os brigadistas tiveram até que se afastar devido à velocidade do redemoinho de fogo.

Apesar de parecer algo fora do normal, o fenômeno não chega a ser incomum no Centro-Oeste do Brasil no final da temporada seca, entre os meses de setembro e outubro, quando a vegetação está muito seca e os dias são quentes e de baixíssima umidade relativa do ar. Houve muitos episódios semelhantes nos últimos anos em estados como Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás, dentre outros.

A temperatura no sábado em Corumbá chegou a 38,9ºC com umidade relativa do ar de apenas 20%. Hoje, a máxima subiu ainda mais na estação do Instituto Nacional de Meteorologia com 39,3ºC e umidade relativa do ar mínima de 21% durante a tarde. Na última segunda-feira (20), a temperatura em Corumbá chegou a 33,9ºC.


Com informações do MetSul

 

PUBLICIDADE

Recomendados