PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Quadrilha vende “passaporte da vacina” por R$ 500 em Bitcoins

Cotidiano

12 de outubro de 2021 16:27

Da Redação


Relacionadas

Polícia encontra casa da "supermaconha" em São Paulo

Princesa dos Campos testa veículo elétrico para entregas

Passagens de ônibus terão preço reduzido no PR

iFood irá pagar parte do combustível dos entregadores
Número de mortes violentas cai 12,82% comparado a 2020
Professores dão dicas para segundo dia de provas do Enem
Motorista com sinais de overdose causa acidente
Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Esquema é usado por pessoas que se negam a tomar imunizante contra Covid-19 e querem fraudar regras sanitárias.

Criminosos no Rio de Janeiro estão vendendo falsificações do “passaporte da vacina” por até R$ 500 em Bitcoins. O documento adulterado é oferecido em grupos de mensagens antivacina. Ele seria usado por pessoas que não tomaram o imunizante contra Covid-19 e querem acessar locais que adotaram a obrigação da comprovação.

Os falsificadores exigem que o pagamento seja antecipado e apenas em criptomoedas para dificultar o rastreamento dos envolvidos no crime, afirma denúncia do jornal O Globo.

Os criminosos oferecem um arquivo PDF que imitaria o documento emitido pelo aplicativo ConecteSUS, do Ministério da Saúde. A falsificação traria os dados pessoais do comprador e das duas doses da vacina. 

Leia a matéria completa no Metrópoles.


PUBLICIDADE

Recomendados