PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Datena anuncia saída da TV para concorrer à Presidência

Cotidiano

14 de outubro de 2021 15:45

Rodolpho Bowens


Relacionadas

Ambev oferece mais de 100 bolsas de estudos

Influenciadora digital de 25 anos é morta em troca de tiros

Homem procura delegacia ao ser removido de grupo do 'Zap'

Pastor que prometeu ressuscitar é enterrado em GO
Zé Trovão grava vídeo e diz que se entregou à Justiça
Inglês Paraná fornece acesso facilitado para aprendizado
Brasil gera 313,9 mil empregos formais em setembro
José Luiz Datena pretende concorrer à Presidência em 2022. Foto: Reprodução.
PUBLICIDADE

De acordo com as pesquisas mais recentes, o comunicador teria por volta de 3% das intenções de votos para 2022

O apresentador de TV José Luiz Datena anunciou, na última quarta-feira (13), que sairá da TV Bandeirantes para concorrer ao cargo de presidente da República. A data da saída não foi comentada pelo apresentador, que é filiado ao Partido Social Liberal (PSL) - que se unirá ao Democratas (DEM) no novo partido, União Brasil.

No programa vespertino que apresenta, Datena indicou que pretende entrar na disputa para ser "um bom brasileiro". "Meu único interesse em entrar na política é público, de ser um bom brasileiro – enquanto você não entrar na política, o mau político continuará lá e ele vai ocupar o lugar do bom político", disse.

Datena teria algo por volta de 3% das intenções de voto para 2022, de acordo com as pesquisas mais recentes. Em uma pesquisa encomendada pelo próprio PSL, Datena tinha 7% das intenções de voto, ficando em terceiro lugar. Para um Comunicador disputar uma eleição, ele pode se desligar do cargo que ocupa até 90 dias antes do início da disputa eleitoral.

Fake news

Após fazer o anúncio na última quarta-feira (13) em seu programa vespertino, Datena voltou atrás, nesta quinta-feira (14), e afirmou que não está de saída da TV Bandeirantes. Além disso, chamou de "canalhas" aqueles que divulgaram seu anúncio. Com 64 anos, ele garantiu que vai continuar na emissora até definir se concorrerá ao cargo de presidente da República, governador de São Paulo ou até mesmo brigar por uma vaga no Senado.

PUBLICIDADE

Recomendados