PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Concurso mundial está com inscrições abertas no Brasil

Cotidiano

21 de outubro de 2021 11:39

Da Redação


Relacionadas

Temporal causa estragos no Litoral do Paraná na terça-feira

Empresas de Curitiba recebem o selo Empresa Legal

Papai Noel dos Correios libera 7 mil cartinhas para adoção no PR

Jornalista paranaense Roseli Abrão morre vítima de tumor
5G: como a tecnologia vai mudar a vida dos brasileiros
Calçada rompe e 30 pessoas caem na tubulação de rio em SC
Trabalhador morre eletrocutado após guincho tocar fiação no PR
PUBLICIDADE

Focado em universitários de todo o País, Red Bull Basement chega à quarta edição e traz referências do empreendedorismo no júri

Muitas vezes, o que falta para uma ideia ‘fora da caixa’ se tornar realidade é incentivo e criatividade. E, neste clima inovador, o Red Bull Basement abre inscrições até o dia 24 de outubro, por meio do site redbull.com.br/basement. O programa, que chega à sua quarta edição neste ano, fornece suporte e mentoria aos universitários com ideias inovadoras que, por meio da tecnologia, visam melhorar o mundo. O evento ainda traz algumas novidades, como workshops imersivos com a NTT, multinacional de serviços tecnológicos, e G4, empresa de consultoria em gestão, como uma oportunidade para adquirir conhecimentos sobre assuntos conectados ao projeto.

Na banca de jurados, grandes referências de empreendedorismo serão responsáveis por escolher os melhores projetos: Tallis Gomes, fundador da Easy Taxi, e Runiet Skoberg, Sr Solutions Manager da NTT. As 10 melhores ideias - que passarão por uma avaliação criteriosa considerando viabilidade, impacto e criatividade - serão selecionadas para a Final Nacional, em outubro. Estes finalistas participarão de um webinar exclusivo pelo LinkedIn, de curso sobre 'Como criar uma Startup' e também de conferência online com Ana Laura Magalhães, com dicas para atrair investidores. O grande vencedor brasileiro receberá diversos recursos para desenvolver o seu projeto, como cursos, imersão e mentorias da Gestão 4.0; softwares; coworking para desenvolver a ideia e, ainda, será convidado para participar da Final Mundial, em Istambul, na Turquia.

“Espero ver ideias disruptivas de jovens que tenham coragem e estejam dispostos a se empenhar em prol de algo maior, de seus potenciais empreendimentos, o que pode transformar a vida deles e da sociedade, dependendo do nível de inovação e escalabilidade. E que nossos jovens façam história nesse Red Bull Basement! Será uma honra acompanhá-los nessa jornada”, conta Tallis.

A última edição, realizada de forma totalmente online devido às restrições sanitárias, contou com quase 4 mil inscritos de 30 países ao redor do mundo. Entre os dez finalistas globais, estiveram os estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, com o projeto “Aula Zero”, uma plataforma educacional gamificada, apoiada por inteligência artificial, capaz de identificar o estado real do conhecimento de um indivíduo e sugerir as melhores estratégias de aprendizagem enquanto acompanha o progresso.

“Foi uma emoção enorme e ao mesmo tempo uma grande responsabilidade representar o Brasil na conferência global, mas recebemos todo o suporte necessário, que até superou as nossas expectativas. As mentorias eram de altíssimo nível e estávamos em contato com algumas das pessoas mais capacitadas do planeta. Ainda durante o evento finalizamos o MVP (mínimo produto viável) e, de lá pra cá, viramos uma empresa de fato. Estamos concluindo o produto em sua versão de venda, e este é um momento muito empolgante, que marca nossa entrada no mercado. Chegamos cada vez mais perto de alcançar nossa missão: um mundo onde todos possam aprender de forma natural, divertida, envolvente e totalmente projetada para a sua singularidade”, revela Auana Maroni, líder do time.

Conheça o Red Bull Basement

Os estudantes são movidos por ambições empreendedoras e um desejo genuíno de causar impacto. Pensando nisso, o Red Bull Basement busca capacitar alunos inovadores em todas as áreas de estudo, para dar o pontapé inicial em suas ideias, usando a tecnologia para gerar mudanças positivas. Os participantes expandem suas oportunidades por meio de workshops, networking e mentores especializados, apoiando seu objetivo: inovar na universidade hoje e mudar o mundo amanhã. Na edição de 2021, equipes de 44 países se envolverão com líderes, empresários e visionários de todo o mundo, enquanto dão vida às suas ideias na Final Global.

Com informações: Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados