PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Paraná quer ampliar parcerias com Alemanha

Cotidiano

27 de outubro de 2021 14:25

Da Redação


Relacionadas

Julgamento do caso Boate Kiss chega ao quinto dia

Homem mais alto do Brasil faz cirurgia para amputar perna

Jovem foi obrigada a abrir própria cova antes de morrer

Variante ômicron do coronavírus chega ao Sul do Brasil
Homem com faca faz filho de 14 anos refém no PR
Cooperativismo do PR projeta faturar R$ 150 bi em 2021
Governo vai impor parâmetros de financiamentos para IES
O vice-governador Darci Piana se encontrou nesta quarta-feira (27), no Palácio Iguaçu, com cônsul-geral da Alemanha em São Paulo, Thomas Schmitt. A reunião serviu para estreitar laços e buscar novos mecanismo de parcerias. Foto: Gilson Abreu/AEN
PUBLICIDADE

Vice-governador Darci Piana se encontrou nesta quarta-feira (27) com cônsul-geral da Alemanha em São Paulo, Thomas Schmitt. A reunião serviu para estreitar laços e buscar novos mecanismo de parcerias em projetos estruturantes, climáticos, de sustentabilidade, culturais e em tecnologia

O vice-governador Darci Piana se encontrou nesta quarta-feira (27), no Palácio Iguaçu, com cônsul-geral da Alemanha em São Paulo, Thomas Schmitt. A reunião serviu para estreitar laços e buscar novos mecanismo de parcerias.

O Paraná mantém, desde 2015, um acordo de cooperação com o estado de Baden Württemberg. Entre os temas debatidos, destaque para a recuperação econômica com o avanço da vacinação contra a Covid-19; projetos climáticos e de sustentabilidade; ações culturais; e investimentos em tecnologia.

“A Alemanha é parte importante da colonização do Paraná e protagonista no desenvolvimento do Estado. Queremos buscar novas formas de acordo que sejam produtivos para os dois lados”, comentou Piana.

O vice-governador destacou que há uma série de possibilidades para investimentos, especialmente em projetos de infraestrutura coordenados pelo Governo do Estado. Citou, como exemplo, a nova concessão das rodovias estaduais e federais, com perspectiva de aporte de recursos de R$ 44 bilhões, e o projeto da Nova Ferroeste, ferrovia que vai ligar Maracaju (MS) ao Porto de Paranaguá, com custo estimado em mais de R$ 20 bilhões.

“Ambas as concessões serão na Bolsa Valores de São Paulo justamente para ser aberta a empresas de todo o mundo, inclusive da Alemanha”, disse.

Piana reforçou ainda a prioridade do Estado por aliar o desenvolvimento econômico ao desenvolvimento sustentável, com ações como o Paraná Mais Verde, que recupera áreas degradadas com a distribuição gratuita de mudas de árvores nativos, e o Energia Sustentável, que desburocratiza a construção empreendimentos que geram energia com baixa emissão de Gases de Efeito Estufa.

Schmitt explicou que o consulado geral da Alemanha quer funcionar como um catalisador de bons projetos, tendo sempre a questão ambiental como protagonista. “Vamos nos aproximar, criar mecanismos econômicos e culturais que possam aproximar ainda mais Paraná e Alemanha”, afirmou, destacando que apenas neste ano foram confirmados investimentos de R$ 300 milhões de empresas privadas da Alemanha no Estado.

Há ainda a intenção de fomentar ações culturais relacionadas à língua, cinema e gastronomia alemãs.

PRESENÇAS – Participaram da reunião o cônsul honorário da Alemanha em Curitiba, Andreas Hoffrichter; e o assessor do Escritório de Representação do Itamaraty no Paraná (Erepar), Bráulio Pupim. 

PUBLICIDADE

Recomendados