PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Adolescente de 13 anos é morta a facadas pelo namorado

Cotidiano

05 de janeiro de 2022 09:10

Da Redação


Relacionadas

Pastor apontado como líder de rede de pedofilia é preso no PR

Paranaenses de quatro cidades acertam na Mega-Sena

PRF triplica número de agentes em Foz do Iguaçu

Homens armados assaltam agência bancária no Paraná
Balão com nove pessoas cai às margens de rodovia em SP
Homem é preso em PG acusado de tortura e estupro
Parcela do IPVA das placas de finais 1 e 2 vence hoje
PUBLICIDADE

Motivado por ciúmes, homem conhecido pelo vulgo "Malvadão ZS" matou garota com 20 facadas

Está preso desde a tarde desta terça-feira (04) o indivíduo identificado como Sérgio Henrique da Silva, morador da zona sul de Londrina.

Ele foi preso em flagrante depois de matar a facadas a namorada de 13 anos que havia conhecido um dia antes em Sertanópolis, na região metropolitana.

Eduarda Karolaine Caboclo foi assassinada por Sérgio nesta tarde, após uma crise de ciúmes do rapaz, que mais cedo havia publicado no Facebook que estava em relacionamento sério com a menor.

Depois do homicídio, o criminoso voltou a alterar o status de relacionamento na rede social, desta vez para “viúvo”. A atitude indignou e mostrou frieza da parte do indivíduo, que se identifica pelo vulgo de “malvadão zs”.

Foi o próprio assassino que ligou para a Polícia Militar após o crime, e aguardou a chegada da viatura. A PM também informou que ele usava tornozeleira eletrônica, mas rompeu o equipamento antes de ser preso. Ele já acumula passagens por tráfico de drogas.

MAIS DE 20 FACADAS

Em uma avaliação preliminar, a adolescente foi esfaqueada pelo maníaco por pelo menos 20 vezes. A arma usada no crime foi apreendida pela polícia com marcas de sangue, e vai ajudar a formular a acusação contra Sérgio pelo homicídio bárbaro.

De acordo com o tenente Emerson Castro, mais cedo o rapaz teria visto a menor com outro homem, e ficou irritado com isso. Ele foi até uma casa em Sertanópolis buscar uma faca com o objetivo de matar a adolescente e o outro rapaz.

“Ela tentou conversar com ele, mas foi fatalmente esfaqueada na rua”, disse o tenente.

A investigação do caso ficará a cargo da Polícia Civil de Sertanópolis. Ele pode responder por estupro de vulnerável, aliciamento de menor e homicídio doloso qualificado como infanticídio e feminicídio. A pena pode chegar a 50 anos de prisão.

Informações - 24h.com

PUBLICIDADE

Recomendados