PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Exportações do agronegócio paranaense crescem 13,9%

Cotidiano

18 de janeiro de 2022 18:40

Da Redação


Relacionadas

Estrada do Socavão recebe R$ 10 milhões via Aline Sleutjes

Inscrições para o Enem 2022 terminam no sábado

Conta de água e esgoto no PR sobe a partir de amanhã

Corteva abre 53 novas vagas para estágio; PG está na lista
Inscrições para Encceja 2022 começam dia 24 de maio
Eclipse total da Lua é visto e registrado por paranaenses
Homem erra alvo e mata mãe a tiros no Paraná
Exportações do complexo soja pelos Portos Paranaenses geraram uma receita de quase R$ 8,86 bilhões no acumulado de 2021 Foto: Claudio Neves
PUBLICIDADE

Setor representou 79,6% de tudo o que foi exportado pelo Estado e 12,6% das exportações do agro brasileiro


As exportações paranaenses de produtos do agronegócios cresceram no ano passado. De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o agro paranaense exportou US$ 15,15 bilhões em 2021. Esse número mostra crescimento de 13,9% em relação a 2020, representando 79,6% de tudo que o Estado enviou para o exterior e 12,6% das exportações do agro brasileiro. 

O secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, reforçou as potencialidades do agronegócio paranaense, destacando que, mesmo em meio às adversidades socioeconômicas e às condições climáticas desfavoráveis, conseguiu se sobressair. “São quase 14% a mais em dólar, ou seja, fomos capazes de mandar para o mundo coisas que voltaram a se valorizar, a soja e o milho que se transformaram em proteína animal e ganharam preço no ano passado”, disse. 

Em importações, particularmente na compra de insumos e fertilizantes, o Paraná investiu US$ 2,19 bilhões, registrando crescimento de 31,8% em relação a 2020. Dessa forma, entre exportações e importações, o agro paranaense fechou o ano no positivo, com US$ 12,96 bilhões líquidos. 

Tudo isso reflete nos resultados alcançados pelos portos paranaenses, de onde partem a maior parte dessas exportações. A prova é que a receita gerada pelas exportações nos portos do Paraná foi quase toda do agronegócio. Dos quase US$ 19,83 bilhões acumulados com os embarques pelo porto em 2021, 90% – ou cerca de US$ 17,93 bilhões – foram em produtos agropecuários. Desse montante, o complexo soja e o frango responde por mais da metade. Comparado com os US$ 15,78 bilhões gerados com as exportações do agro em 2020, a receita acumulada em 2021 cresceu 13,6%.

“Somos um porto que atende majoritariamente o agro não apenas do Estado, mas de todo o Brasil”, comenta o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. Segundo o gestor da empresa pública que administra os portos de Paranaguá e Antonina, pouco mais de 60% da receita gerada com as exportações são de produção paranaense. “Na sequência, os estados que mais mandam produtos para serem embarcados pelos terminais do Paraná são Mato Grosso do Sul, São Paulo e Mato Grosso”.


Complexo soja gerou receita de quase US$ 8,86 bi 

Os dados do Ministério da Economia (Comex/Stat MDIC) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Agrostat) ainda registram que os produtos do complexo soja – grão, farelos e óleo – embarcados pelos terminais paranaenses geraram receita de quase US$ 8,86 bilhões. De carnes exportadas pelo Terminal de Contêineres do Porto de Paranaguá foram cerca de US$ 4,27 bilhões, sendo que deste montante quase U$ 3,1 bilhões foram de frango, cadeia que tem o Paraná na liderança nacional.

Com informações da AEN

PUBLICIDADE

Recomendados