PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Anvisa pode aprovar uso da Coronavac em crianças

Cotidiano

20 de janeiro de 2022 10:22

Da Redação


Relacionadas

MP muda tabela do preço do frete rodoviário de carga

Pastor apontado como líder de rede de pedofilia é preso no PR

Paranaenses de quatro cidades acertam na Mega-Sena

PRF triplica número de agentes em Foz do Iguaçu
Homens armados assaltam agência bancária no Paraná
Balão com nove pessoas cai às margens de rodovia em SP
Homem é preso em PG acusado de tortura e estupro
Até o momento, a Anvisa só deu aval ao imunizante da Pfizer para o público infantil. Foto: Fabio Teixeira/NurPhoto via Getty Images
PUBLICIDADE

Pedido foi feito pelo Instituto Butantan

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) irá analisar nesta quinta-feira (20), o pedido de uso emergencial da vacina contra covid-19 Coronavac em crianças e adolescentes a partir de 3 anos, feito pelo Instituto Butantan.

O pedido foi realizado no fim de 2021, após o instituto ter um primeiro pedido negado por falta de documentação.

Nesta quarta-feira (19), o governador paulista João Doria (PSDB) afirmou que o Butantan tem 15 milhões de doses disponíveis para serem aplicadas, das quais 12 milhões estão reservadas para crianças entre 3 e 11 anos.

“Tendo a aprovação da Anvisa, São Paulo começa a vacinar imediatamente as crianças nessa faixa etária”, declarou o governador.

A cidade de São Paulo começou a vacinação de crianças de 5 a 11 anos na última segunda-feira (17). No primeiro momento, serão imunizadas pessoas com comorbidades e com deficiência, além de indígenas e quilombolas.

Regiane de Paula, coordenadora do Programa Estadual de Imunização, garantiu que o estado já está com a logística pronta para distribuir a vacina de forma imediata.

Segundo a Anvisa, após uma reunião com o Butantan na semana passada, o processo de avaliação do uso da Coronavac em crianças está quase finalizado. Técnicos do laboratório chinês Sinovac e especialistas de diversos órgãos de saúde brasileiros participaram do processo.

Com informações: Yahoo!Notícias.

PUBLICIDADE

Recomendados