PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Homem de um braço é multado por dirigir com a mão para fora

Cotidiano

20 de janeiro de 2022 17:45

Da Redação


Relacionadas

PR registra mais 24.937 casos e 15 mortes pela covid

Paraná precisa qualificar 833 mil pessoas para indústria até 2025

PR solicita liberação da 4ª dose para pessoas com menos de 60

Com novos copilotos e avião apreendido, PCPR se fortalece
Paraná solicita a 4ª dose para pessoas com menos de 60 anos
Filipe Barros pede esclarecimentos à Bolívia
Agentes da PRF ficam feridos após perseguição no PR
Notificação é referente ao final do ano passado, quando o motorista garantiu estar conduzindo o veículo Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Notificação é referente ao final do ano passado, quando o motorista garantiu estar conduzindo o veículo

Um comerciante de 72 anos que não tem o braço esquerdo foi multado por dirigir sem uma das mãos no volante, com o braço para fora do carro, enquanto trafegava no Centro de Vitória, no final do ano passado. O motorista, que preferiu não ser identificado, contou à TV Gazeta que foi multado na Rua Graciano Neves, quando entrava com o carro na garagem do próprio restaurante, no dia 15 de dezembro de 2021.

O carro do comerciante é adaptado e na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dele consta a limitação física. Ainda assim, ele recebeu a multa. Comerciante Não quis ser identificado "Poderia ter me dado a multa por outras coisas e eu não teria nem recurso, mas essa? Já recorri. Tem que ter um respeito maior com os comerciantes e com o usuário", disse o comerciante que não quis ser identificado.

Segundo a Prefeitura de Vitória, a multa foi aplicada por agentes do 1º Batalhão de Trânsito da Polícia Militar. Após às 20h, a Polícia Militar foi procurada e, assim que responder este texto será atualizado.

Na notificação recebida pelo comerciante, há emblema e nome da Prefeitura de Vitória. Sobre isso, a "Secretaria Municipal de Segurança Urbana (Semsu) esclarece que foi feito um convênio entre o município e o Estado, possibilitando que o município faça autuações de natureza estadual, e o Estado faça autuações de natureza municipal. Por isso, embora a unidade autuadora tenha sido o Batalhão da Polícia Militar, cujo órgão autuador é o Departamento Estadual de Trânsito, o documento que a pessoa autuada no município recebe tem o nome e o brasão da Prefeitura de Vitória, independentemente se a multa tenha sido aplicada por agentes de Trânsito do município ou pela Polícia Militar", detalha a nota da prefeitura.

A Semsu informou também que, em casos como esse, o veículo pode ter sido utilizado por outra pessoa, que não o proprietário — o que o comerciante nega ter acontecido. Ainda de acordo com a pasta, condutores com deficiência precisam ter essa informação na CNH para, em caso de abordagem, apresentar o documento.


O QUE DIZ A POLÍCIA MILITAR

Em nota enviada à reportagem nesta quinta-feira (20), a Polícia Militar informou que vai apurar o ocorrido e existem possibilidades a serem analisadas, como um erro na aplicação da multa. A corporação detalhou que o inciso V do artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) trata da infração "conduzir veículo com apenas uma das mãos ao volante" e que o agente que aplicou a infração pode não ter observado que o condutor era PcD (pessoa com deficiência).

A PM acrescentou, porém, que, no registro do carro, não está assinalado que o veículo é adaptado. "Contatou-se, todavia, que o veículo não consta no dossiê do veículo registro de adaptação para PcD, o que gera a possibilidade do cometimento da infração tanto pelo condutor que apresenta limitação física, como por outro condutor que eventualmente estivesse conduzindo o veículo", diz a nota.

A corporação colocou-se à disposição para elucidar o caso. "Independente da apuração policial que ocorrerá, o cidadão possui a sua disposição, amparado pelo CTB, as instâncias recursais na Prefeitura Municipal de Vitória, além disso, a PMES se coloca à disposição para sanar quaisquer dúvidas pertinentes ao caso", completa a nota.

Informações de A Gazeta

PUBLICIDADE

Recomendados