PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Bolsonaro realiza motociata durante visita em Maringá

Cotidiano

11 de maio de 2022 16:47

Da Redação


Relacionadas

Paccar Financial celebra 3 anos com resultados recordes

"Aquece Paraná" arrecada mais de 40 mil peças de roupa

Polícia prende cinco pessoas envolvidas em roubos de cargas

Sesa distribui mais de 369 mil vacinas contra a Covid-19
Boletim da Covid aponta mais 3.783 casos e 52 óbitos no PR
Estado anuncia investimento da Fiocruz em planta de vacinas
Detran passa a aceitar PIX em todas as guias de pagamento
Chefe do Executivo Federal está na cidade para uma visita a 48ª Edição da Expoingá Foto: Arquivo
PUBLICIDADE

Chefe do Executivo Federal está na cidade para uma visita a 48ª Edição da Expoingá

O presidente Jair Bolsonaro (PL) realizou, nesta quarta-feira (11), uma motociata em Maringá, no Paraná. No estado, o Bolsonaro visita a 48ª Edição da Expoingá ainda na tarde desta quarta. O chefe do Executivo federal transmitiu parte do passeio pelas redes sociais. Ao fim da motociata, ele cumprimentou apoiadores.


Nova baixa na Esplanada

O passeio do presidente ocorre horas após a demissão de Bento Albuquerque do Ministério de Minas e Energia. Adolfo Sachsida foi nomeado como titular da pasta.

A mudança foi feita em meio às críticas de Bolsonaro à política de preços da Petrobras, estatal ligada ao ministério. Na semana passada, o chefe do Executivo federal criticou o então ministro de Minas e Energia e o presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho, ao comentar o reajuste no preço do diesel para as refinarias.

“Vocês não podem, ministro Bento Albuquerque e senhor José Mauro, da Petrobras, não podem aumentar o preço do diesel. Não estou apelando, estou fazendo uma constatação levando-se em conta o lucro abusivo que vocês têm. Vocês não podem quebrar o Brasil. É um apelo agora: Petrobras, não quebre o Brasil, não aumente o preço do petróleo. Eu não posso intervir. Vocês têm lucro, têm gordura e têm o papel social da Petrobras definido na Constituição”, disse Bolsonaro durante uma transmissão ao vivo.


Passeios de moto

No ano passado, em meio aos conflitos com o Supremo Tribunal Federal (STF), Bolsonaro utilizou os passeios de moto com apoiadores como demonstração de força.

O presidente realizou passeios no Distrito Federal e em diversos estados, como São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco e Goiás.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, com dados obtidos via Lei de Acesso à Informação, os passeios de moto de Bolsonaro custaram mais de R$ 5 milhões aos cofres públicos.


Informações do Metrópoles

PUBLICIDADE

Recomendados