PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Amigos enfrentam frio intenso para acampar no Pico Caratuva

Cotidiano

19 de maio de 2022 09:57

Da Redação


Siga o a rede no Google News

Relacionadas

Jovem foge da polícia após ser flagrado empinando moto

Jovem de 16 anos é apreendido por apologia ao nazismo no PR

Mega Sena paga prêmio de R$ 43 milhões neste sábado

BRDE libera R$ 738,3 mi no primeiro semestre no Paraná
Cai o número de mulheres que adotam o sobrenome do marido
Automação poupa 1,5 mil horas no recolhimento de impostos
Vinícola vira líder na produção de mudas vitícolas clonadas
PUBLICIDADE

Grupo de amigos enfrentou sensação térmica de -12ºC e acampou na segunda montanha mais alta do Sul do país

Uma aventura congelante, quase que literalmente! Um grupo de amigos, liderado pelo guia de montanhas Jhoni Freitas, decidiu colocar em prática algo que poucas pessoas teriam coragem: escalar e acampar uma das mais altas montanhas do Sul do Brasil em uma das madrugadas mais frias do ano.

Em entrevista à Banda B, o guia relatou que ele e três amigos enfrentaram a sensação térmica de nada mais nada menos que -12ºC enquanto acampavam no Pico Caratuva, a segunda montanha mais alta do Sul do país, que está localizada em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. A sensação térmica tão baixa é uma consequência da elevada altitude e da pressão atmosférica.

Segundo ele, o grupo iniciou a escalada por volta das 22h20 desta terça-feira (17) e chegou ao cume (ponto mais alto) da montanha por volta das 00h15. A ideia era registrar imagens aéreas durante o amanhecer, diz Freitas. “A visão para o Pico Paraná é muito linda. Um dos meus amigos não conhecia o Pico Caratuva e subimos para ele fazer algumas imagens com o drone. Infelizmente, com a mudança do clima, não deu para tirar as fotos. Mesmo assim, a experiência foi única”, afirmou o guia, sobre a montanha que tem 1.860 metros de altitude."

Freitas afirmou também que já subiu a montanha várias vezes, inclusive no inverno. No entanto, relata que nunca enfrentou o frio que sentiu. Inicialmente, o plano do grupo era montar o acampamento no cume da montanha, mas as fortes rajadas de vento impediram o feito. “Decidimos voltar um pouco e acampar entre algumas árvores. Não esperávamos enfrentar todo esse frio. Estávamos esperando pegar 3ºC ou 4ºC, mas fomos surpreendidos. Apesar disso, foi sorte termos pegado essa temperatura”, prosseguiu.

Jhoni destacou que o grupo estava bem equipado e garantiu que ninguém passou frio durante a madrugada: “Foi agradável nossa estadia”.

Após a verdadeira aventura, os amigos desceram a montanha por volta das 10h desta quarta-feira (18), dia em que Campina Grande do Sul registrou a temperatura mínima de 8ºC. Ao ser questionado se voltaria a escalar e acampar na montanha em meio a tais condições de frio novamente, ele ri e afirma: “Com certeza”.

Com informações: Banda B

PUBLICIDADE

Recomendados