PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Ex-sem-teto já foi preso por sequestro, afirma jornal

Cotidiano

21 de maio de 2022 17:45

Da Redação


Relacionadas

Audi confirma investimentos de R$ 100 milhões no Paraná

Presidente da Caixa oficializa pedido de demissão

Jogos no celular: dos campos de futebol aos cassinos

HU-UEPG abrirá mais 20 leitos nesta sexta-feira
Mais 100 investigadores reforçarão a Polícia Civil do PR
PM lança ação de fiscalização em áreas rurais do Paraná
Senai-PR divulga edital com vagas gratuitas em cursos
Givaldo Alves já foi preso por fruto qualificado e sequestro. Foto: reprodução
PUBLICIDADE

O morador de rua ficou famoso recentemente após apanhar do personal Eduardo Alves, que o flagrou em ato sexual com sua companheira. 

Há cerca de dois meses, Givaldo Alves ficou conhecido por ser o morador de rua que teve relações sexuais com Sandra Mara, quando ela estava em estado de crise, e logo depois, ser espancado pelo marido dela, o personal Eduardo Alves. Desde então, o ex-sem-teto ganhou status de celebridade sem falar muito sobre o seu passado, inclusive os oito anos em que esteve preso por furto qualificado e extorsão mediante sequestro, como revelou o Estado de Minas.

Segundo o veículo, os crimes aconteceram em 2001 e 2004 respectivamente. O primeiro, quando Givaldo e uma ou mais pessoas furtaram um bem da vítima, utilizando uma chave falsa. Ele só foi condenado em 2005, quando já cumpria seu período na prisão pelo segundo crime.

Em 2004, Alves teria invadido uma casa com mais duas pessoas, todos armados, quando sequestraram uma mulher, exigindo seu resgate. Ele foi o responsável por buscar o valor em troca da liberdade da vítima e foi preso em flagrante, por consequência.

Leia na íntegra na Banda B.


PUBLICIDADE

Recomendados