PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Briga entre morador e motoboy termina com casa apedrejada

Cotidiano

25 de maio de 2022 15:58

Banda B


Siga o a rede no Google News

Relacionadas

Após traição, blogueira manda 'dar susto' em ex e ele é morto

Paranaenses voltam do Canadá depois de semestre de aulas

Passagens intermunicipais ficam mais caras no PR

Kiev começou a exportar eletricidade para a UE
Julho inicia com chuva e bloqueio atmosférico
Senado aprova aumento do Auxílio e cria PIX Caminhoneiro
Sanepar lança programa para parcelamento de débitos
Houve a ‘chuva de pedras’ dos motoboys no imóvel por conta de buzinadas que ocorreram no trânsito Foto: Reprodução Banda B
PUBLICIDADE

Houve a ‘chuva de pedras’ dos motoboys no imóvel por conta de buzinadas que ocorreram no trânsito

Uma briga entre um morador e um motoboy por conta de buzinadas terminou com uma casa apedrejada após protesto de dezenas de motociclistas. A primeira confusão aconteceu no domingo (22) entre o trabalhador e o vizinho do morador que iria receber a entrega.

Na madrugada desta quarta-feira (25), houve a ‘chuva de pedras’ dos motoboys na casa do vizinho que fica na bairro Xaxim, em Curitiba. A residência foi danificada, mas ninguém ficou ferido. A Banda B teve acesso ao vídeo do momento da briga entre o motociclista e morador da casa vizinha.

O autônomo que teve a casa apedrejada disse à reportagem que a briga começou porque o vizinho não escutava as buzinadas do motoboy. “Como eles moram no fundo, é difícil ouvirem a buzina. Ele ficou várias vezes buzinando. Pedi a gentileza para ele descer da moto e apertar campainha. O motoboy não gostou da minha observação e ficou nervoso, devia estar cansado. Quando eu voltei, novamente, ele continuou buzinando”, relatou à reportagem o morador, que não terá o nome revelado.

O morador falou que está arrependido de ter batido na bag (caixa de motoboy). Foi após a batida que começou a discussão entre os dois. “Infelizmente, eu cometi o erro de abrir o portão, me exaltar com ele, fui até lá e bati na caixinha da moto. Eu errei, a intenção não foi essa, eu não sou assim. A gente discutiu e meu filho me trouxe para a casa”, comentou.

O autônomo comentou que tentou contato com o motoboy após a confusão para pedir desculpas, mas não teve sucesso. “Eu percebi que eu errei. No dia seguinte, procurei me informar com a pessoa que recebeu a entrega para pedir perdão para ele. O rapaz da loja ligou pra mim e disse que não era motoqueiro dele”, afirmou.

Casa apedrejada

O morador conta que na madrugada desta quarta-feira (25), dois dias após a discussão, foi surpreendido quando viu a própria casa apedrejada. A ação ocorreu quando um grupo de motoboys se reuniu no local em protesto por conta da briga. A janela da frente foi quebrada, além do telhado.

De acordo com o morador do Xaxim, a cena das pedradas parecia um filme de terror. “Aconteceu de madrugada, o motoqueiro veio gritando. Isso aqui eu não esperava. Destruíram a fachada da minha casa. Não sei quem são essas pessoas”, concluiu.

Informações da Banda B

PUBLICIDADE

Recomendados