PR investe R$ 55,3 milhões nas forças de segurança do estado

Governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou 250 veículos, 88 motos e seis embarcações para a Secretaria da Segurança Pública (Sesp).

Foram entregues 250 veículos para as polícias do estado.
Foram entregues 250 veículos para as polícias do estado. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou 250 veículos, 88 motos e seis embarcações para a Secretaria da Segurança Pública (Sesp).

As forças de segurança pública do Paraná ganharam nesta segunda-feira (27) um reforço importante na frota de viaturas. O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou, durante cerimônia na Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais (RMC), 250 veículos, 88 motos e seis embarcações para a Secretaria da Segurança Pública (Sesp). No mesmo evento houve o chamamento de novos policiais e bombeiros militares e a confirmação de reforço para o quadro da Polícia Civil.

A frota será distribuída para as polícias Civil, Militar e Científica, Corpo de Bombeiros e Departamento de Polícia Penal (Deppen). Além das viaturas, Ratinho Junior confirmou o repasse de 116 novas maletas de peritos criminais que serão usadas pela Polícia Científica do Paraná. O investimento total é de R$ 55,3 milhões.

“São mais de R$ 50 milhões aplicados exclusivamente na modernização das forças de segurança do Paraná. É um processo que começamos em 2019 de fortalecimento da segurança pública, que une tecnologia, inteligência, estrutura, equipamentos e pessoal”, afirmou Ratinho Junior. “O crescimento da estrutura significa mais proteção para as famílias do Paraná. E isso se reflete em diminuição da violência, com a redução dos indicadores”.

Os recursos para o reforço na estrutura são oriundos de diferentes fontes, Contam com emendas parlamentares, convênios federais e com o Instituto Água e Terra (IAT), do Fundo de Reequipamento do Trânsito (Funrestran), do financiamento feito pelo Governo do Estado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além de recursos próprios da Sesp.

“O impacto será muito positivo, ajuda em um replanejamento de toda a segurança no Paraná. A presença e a resposta das nossas polícias serão muito melhores e mais rápidas”, destacou o secretário de Estado da Segurança Pública, Wagner Mesquita.

POLÍCIA MILITAR – A Polícia Militar recebeu 20 caminhonetes, no valor de R$ 254 mil cada uma, que serão distribuídas para 17 municípios. A entrega é resultado de emendas parlamentares destinadas por deputados estaduais.

Também por meio dessas indicações oriundas da Assembleia Legislativa, foram adquiridas quatro viaturas Renault Duster, uma Renault Master, oito viaturas Chevrolet S10, no valor total de R$ 2 milhões, para o Batalhão de Operações Especiais (Bope). Além disso, a Polícia Militar, através de recursos do BID, investiu em 30 caminhonetes L-200, com mais R$ 5 milhões, e R$ 1,5 milhão em 20 viaturas Renault Duster.

O pacote contempla ainda, por meio de recursos do Funrestran, 44 caminhonetes Hilux, que serão destinadas à Patrulha Rural e 15 caminhonetes Hilux para o Batalhão de Polícia de Choque, cujos valores somados ultrapassam R$ 15 milhões. Também com recursos do fundo foram investidos R$ 6 milhões em 80 motocicletas BMW 800 CC.

Já o convênio com o Instituto Água e Terra (IAT) permitiu a aplicação de cerca de R$ 2 milhões em três caminhonetes Hilux e três embarcações Flexboat 115/250 HP, para intensificar as ações do Batalhão de Polícia Ambiental.

“São vários avanços para a Polícia Militar nesta gestão. Mais policiais na rua, mais viaturas na rua, novas pistolas, salário extrajornada, subsídio maior, promoções, auxílio-alimentação e retorno dos concursos. A PMPR está mais preparada e estruturada para defender a sociedade”, disse o comandante-geral da PMPR, Coronel Hudson Leôncio Teixeira.

BOMBEIROS – O Corpo de Bombeiros foi contemplado com cinco viaturas Auto Busca e Salvamento, com valor unitário de R$ 254 mil e uma Renault Duster (R$ 85 mil), investimentos oriundos das emendas parlamentares. Os veículos serão destinados a Ponta Grossa, Quatro Barras, Paranaguá e Santo Antônio da Platina. Já com recursos provenientes de emendas federais foram adquiridos três barcos infláveis de salvamento, com valor individual de R$ 40 mil, para os municípios de Umuarama, Paranavaí e Maringá.

Por meio de recursos do BID, a corporação adquiriu mais 15 viaturas Auto Busca e Salvamento, totalizando um investimento de mais de R$ 3,8 milhões. Além disso, com recursos próprios, foram comprados mais seis Renault Duster e quatro furgões, cujos valores somados ultrapassam R$ 1 milhão, e oito motos Honda 350 CC (R$ 240 mil). Ainda com recursos próprios, os Bombeiros passam a contar com 236 Equipamentos de Proteção Respiratória, no valor total de mais de R$ 1,6 milhão. Já o convênio com o IAT permitiu a aquisição de 55 Detectores Multigás (R$ 604 mil).

“É um auxílio muito importante para o Corpo de Bombeiros, vai melhorar o serviço prestado para os paranaenses”, afirmou o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Manoel Vasco de Figueiredo Júnior.

DEPPEN – O Departamento de Polícia Penal, por sua vez, recebeu duas caminhonetes L200, uma com custo de R$ 185 mil e a outra de R$ 250 mil. Unidades do Deppen de Londrina e Iporã serão contempladas por um Renault Duster cada uma, as quais custaram R$ 60 mil cada. Do mesmo valor, outros dois veículos serão mandados para Guaratuba, no Litoral. Além disso, o Deppen contará com mais 17 Renault Duster e dez Fiat Strada, adquiridos com recurso próprio.

POLÍCIA CIVIL – A Polícia Civil do Paraná passa a contar com cinco Dusters descaracterizadas, para serem utilizadas em casos de investigação, entre outros serviços. As viaturas, juntas, somam um investimento de R$ 602 mil. Serão encaminhadas para Maringá e Mauá da Serra. Também foram compradas 40 caminhonetes Hilux, com recursos da própria Sesp, em um investimento de mais de R$ 10 milhões.

“São muitos avanços na Segurança Pública nesses três anos e meio, mesmo em meio a uma pandemia, com restrição orçamentária. Com muito planejamento e a determinação do governador Ratinho Junior, posso dizer que a Polícia Civil resolveu problemas históricos e estruturantes, passou por uma revolução. É, sem a menor dúvida, uma polícia diferente”, ressaltou o delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Silvio Jacob Rockembach.

POLÍCIA CIENTÍFICA – Já a Polícia Científica do Paraná foi contemplada com 116 novos equipamentos. São maletas para ser utilizadas por peritos criminais que serão enviadas para diversos municípios do Estado. O valor é equivalente a R$ 1,7 milhão, investimento da Sesp e do Ministério da Justiça e Segurança Pública. A instituição recebeu também sete viaturas Duster e dois furgões.

Com informações da Agência Estadual de Notícias