Automação poupa 1,5 mil horas no recolhimento de impostos

Com a automação fiscal, companhias evitam a burocracia de gastar até 1.501 horas para recolher os impostos

Dados do IBPT revelam 51.945 artigos para ficar em dia com o Fisco
Dados do IBPT revelam 51.945 artigos para ficar em dia com o Fisco -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Com a automação fiscal, companhias evitam a burocracia de gastar até 1.501 horas para recolher os impostos

Não é novidade que as finanças são o coração de uma empresa e que o Brasil é um dos países mais burocráticos do mundo. Portanto, nas operações do dia a dia, a organização administrativa é fundamental para evitar prejuízos financeiros e garantir uma excelente gestão de caixa. 

Segundo estudos do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação - IBPT e do Banco Mundial, os números tributários são impressionantes: por ano, as empresas brasileiras precisam seguir cerca de 4,6 mil normas ou 51.945 artigos para ficar em dia com o Fisco, despender mais de R$180 bilhões com burocracia tributária, além de gastar até 1.501 horas para preparar, declarar e pagar impostos. 

Yvon Gaillard, economista e cofundador da Dootax, startup pioneira na otimização das rotinas fiscais, ressalta que essa enorme quantidade de normas e as constantes modificações geram insegurança jurídica tanto às empresas quanto aos cidadãos. 

“Adotar sistemas de automação para empresas é uma maneira de tornar esse controle mais seguro e, ao mesmo tempo, mais simples. A tecnologia facilita a tomada de decisões e permite que a sua empresa minimize a burocracia, evite erros e prejuízos financeiros, além de apresentar dados para decisões mais acertadas”. 

O economista explica que fazer a gestão de caixa é fundamental para manter a empresa funcionando, mas, mais do que isso, é preciso que essa ação seja eficiente. A importância de fazer a gestão de caixa consiste em evitar riscos como a presunção de conhecimento dos fatos de notificações do governo, falta de certidões negativas, falhas no pagamento de impostos que acarretam multas e juros, altos gastos com ferramentas tributárias, Certificado Digital da empresa nas mãos de muitos usuários, sem registro e com pouco controle e a dificuldade de localizar comprovantes. 

A tecnologia, por meio do uso de RPA (Robotic Process Automation), é uma solução que está revolucionando a maneira como as empresas lidam com suas obrigações fiscais. Um ponto de destaque é a segurança gerada pela automação fiscal, que consegue monitorar quem tem acesso às informações confidenciais da sua empresa, evitar atrasos, perdas de documentos e ainda garantir a segurança do Certificado Digital. 

“Os tributos representam mais de 30% dos custos de uma empresa. É imprescindível acabar com os prejuízos causados por atrasos ou erros na hora de pagar impostos. As companhias devem apostar na tecnologia para otimizar a gestão não apenas do controle do fluxo de caixa, mas da administração corporativa em geral. Foque no seu planejamento tributário, não coloque a culpa do estouro do orçamento de tax no custo Brasil”, recomenda Yvon. 

Os softwares de gestão oferecem não só muito mais agilidade e precisão como infinitas possibilidades de verificação e análises para o negócio. 

As informações são da assessoria de imprensa