PUBLICIDADE

Base Bolsonarista garante vagas no Senado

Candidatos com o apoio do atual presidente levou mais da metade das 27 vagas em jogo.

Candidatos com o apoio do atual presidente levou mais da metade das 27 vagas em jogo.
Candidatos com o apoio do atual presidente levou mais da metade das 27 vagas em jogo. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Três grandes aliados do presidente e candidato a reeleição, Jair Bolsonaro (PL), garantiram cadeiras importantes no Senado Federal. Damares Alves, ex Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, foi eleita no Distrito Federal. Marcos Pontes, astronauta e ex-ministro de  Estado da Ciência, Tecnologia e Inovações, se elegeu em São Paulo. O vice-presidente, Hamilton Mourão, conquistou a vaga pelo Estado do Rio Grande do Sul.

Marcos Pontes

O Astronauta Marcos Pontes (PL) foi eleito senador pelo estado de São Paulo. Com 91,07% dos votos apurados, ele tem 49,91% dos votos, equivalente a 9.901.895 votos, e a eleição está matematicamente definida. Pontes é o atual suplente do senador Giordano (MDB-SP) e até março era ministro da Ciência e Tecnologia de Jair Bolsonaro.

O novo senador nasceu em Bauru (SP) e é formado em engenharia aeronáutica. Fez carreira militar e é tenente-coronel da Força Aérea Brasileira (FAB), na reserva. Em 2006, participou da missão Soyuz TMA-8, comandada pela Rússia, que passou seis meses na Estação Espacial Internacional, tornando-se o primeiro brasileiro a participar de uma missão espacial. Em 2018 elegeu-se segundo suplente de senador na chapa de Major Olimpio (PSL), falecido em 2021 de covid-19. No ano seguinte foi nomeado ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Damares Alves

Damares Alves (Republicanos) foi eleita senadora pelo Distrito Federal. Ela teve 714.562 votos (44,98% dos votos válidos). Esse é o seu primeiro mandato eletivo.

A ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, defendeu alterações na legislação penal e disse que pretende trabalhar em defesa da criança e dos idosos. Em entrevista à Rádio Senado, Damares disse que já esperava a sua eleição para o Senado e que a Casa vai ter que se dedicar a debater os temas de interesse da sociedade.

Hamilton Mourão

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (Republicanos), elegeu-se senador pelo Rio Grande do Sul neste domingo (2). Às 20h27, com 97,6% das urnas apuradas no estado, ele tinha 2.542.090 votos (44,31% do total).

A chapa eleita é formada ainda por Liziane Bayer (Republicanos), como 1ª suplente, e Coronel Andreuzza (Republicanos), como 2º suplente.

Antônio Hamilton Martins Mourão nasceu em Porto Alegre, tem 71 anos e é general da reserva do Exército, no qual ingressou em fevereiro de 1972, na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman). Durante sua vida militar, foi instrutor Aman, cumpriu missão de paz em Angola e foi adido militar na Venezuela.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE