Capal cresce 4% em 2019 e receita bate R$ 1,47 bilhão

Dinheiro

18 de fevereiro de 2020 22:00

Da Redação


Relacionadas

Prefeitura irá cassar alvará de empresas com preços abusivos

Construtora Prestes adia o 'Lab Hackathon' em PG

Ambev produzirá álcool em gel para doar a hospitais

Sebrae fortalece o empreendedorismo feminino em PG
'Qualidade no atendimento' será tema de qualificação em PG
Show Tecnológico de Verão acontece nos dias 19 e 20
Capal cresce 4% em 2019 e receita bate R$ 1,47 bilhão
Cooperativa com sede em Arapoti tem crescimento em todos os índices e alcança recorde histórico Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Cooperativa com sede em Arapoti tem crescimento em todos os índices e alcança recorde histórico

Pelo segundo ano consecutivo, a Capal Cooperativa Agroindustrial apresentou crescimento no faturamento bruto. Em 2019, em comparação com o ano anterior, a cooperativa teve aumento de 4% e chegou a R$ 1,474 bilhão. O resultado líquido também aumentou 4%, chegando em R$ 55.473 milhões em 2019. O balanço foi aprovado pelos associados na Assembleia Geral Ordinária, no último sábado (15) na Associação dos Funcionários da Capal, em Arapoti (PR), sede da cooperativa.

“Neste ano, a Capal foi um grande canteiro de obras, preparando as unidades para receber a produção dos associados”, afirmou o Presidente do Conselho de Administração, Erik Bosch, na Mensagem do Presidente no Relatório de Gestão 2019 da cooperativa. Durante a Assembleia Geral, ele reforçou o otimismo que está por trás dos investimentos, que passarão por uma fase de maturação nos próximos anos. “Realizamos um sonho de décadas com as aquisições que fizemos, diversificando nossa atuação e agregando mais valor à produção do nosso cooperado”, disse ele.

O presidente-executivo da cooperativa, Adilson Fuga, destacou que a Capal alcançou o maior lucro líquido da sua história de 60 anos. “O agronegócio brasileiro teve um ano bem favorável, com bons preços de soja, milho e sorgo, tivemos o aquecimento do consumo interno de rações e etanol, e o setor de proteína animal foi beneficiado pelos problemas da China com a peste suína”, resume ele, enfatizando que esses fatores devem permanecer em 2020. “Nossos desafios neste e no próximo ano são desenvolver o negócio de sementes e entrar no varejo de café, o que deve contribuir para melhorar o retorno dos nossos investimentos”, explica o presidente.

O produtor rural Valter Aparecido Pedro aprovou os resultados apresentados e explicou que a “Capal é uma excelente parceira”, e por isso, realiza 100% da sua atividade com a cooperativa. Valer  explora 40 hectares em Carlópolis (PR)

Cooperativa elevou os investimentos em 32% no ano

O investimento da Capal em 2019 foi de R$ 81 milhões, aumento de 32% sobre os R$ 61,1 milhões do ano anterior. A cooperativa realizou duas aquisições estratégicas, voltadas à industrialização das matérias-primas cultivadas pelos associados. Em julho, a Capal assumiu o controle das cafeeiras São Carlos e Benetti Coffee, com matriz no município de Pinhalão (PR). As unidades fazem a torrefação de 432 mil quilos de café por ano. Já em dezembro, comprou a Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS) da empresa Bocchi, no município de Wenceslau Braz, também no Paraná. O empreendimento tem capacidade de produção de 600 mil sacas (de 40 kg) por ano.

PUBLICIDADE

Recomendados