Coritiba vence o Cuiabá no Couto Pereira

Esporte

25 de maio de 2019 16:25

Banda B

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Com time reserva, Grêmio derrota o Athletico-PR

Londrina é goleado em casa em estréia de Cláudio Tencati

Em jogo de tempos distintos, Operário empata fora de casa

Paraná empata e completa sete jogos sem vencer na Série B
Sem André Luiz, Operário encara o Vitória pela Série B
Colégio Leopoldina é campeão do Bom de Bola em Tibagi
Athletico completa 60 anos de Brasileirão nesta sexta-feira
Jogo teve início na manhã deste sábado, em Curitiba Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Artilheiro do time, Rodrigão voltou a marcar e garantiu a vitória alviverde por 2 a 1, neste sábado (25), no Alto da Glória


Se tem Rodrigão em campo, não tem placar em branco. A frase valeu mais uma vez, na manhã deste sábado (25), diante de um Couto Pereira lotado, com quase 40 mil torcedores. Decisivo, o artilheiro marcou duas vezes e decretou a vitória do Coritiba, por 2 a 1, sobre o Cuiabá, pela quinta rodada da Série B do Brasileirão.

A estrela do goleador roubou a cena da reestreia do meia-atacante Rafinha. Mas ela contou, sim, com uma grande colaboração do camisa 7, que fez um ótimo jogo e colaborou com uma bela assistência para o primeiro gol. Rafinha chegou a marcar o dele na etapa inicial, mas a arbitragem marcou impedimento.

Com o resultado, o Verdão foi aos oito pontos e se aproximou do G4 da Série B. Na próxima rodada, o time encara o América-MG, na segunda-feira (03), às 20h, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

O jogo

Empurrado pelo bom público e pelo sol, apesar de uma fria manhã, o Coritiba imprimiu um ritmo intenso, alavancado pelo meia-atacante Rafinha. Reestreante, o jogador foi o que mais impulsionou as jogadas pelo lado esquerdo e desequilibrou o bom sistema defensivo do Cuiabá. Logo aos oito minutos, em sua primeira grande participação, ele tabelou com Patrick Brey, recebeu na área e mandou para as redes. Mas a arbitragem marcou impedimento do camisa 7 alviverde.

O gol anulado não abalou Rafinha, que, logo na sequência, tirou mais uma vez o coelho da cartola. Aos 10, ele encontrou Rodrigão na esquerda e deu bela assistência para o artilheiro, que entrou na área e bateu na saída do goleiro Victor Souza para abrir o placar.

Só que nem tudo foi perfeito para o Coritiba na etapa inicial. Mais uma vez, em algo recorrente e que vem incomodando o técnico Umberto Louzer, o time decaiu o ritmo e deixou o Cuiabá ter mais a posse de bola. Por pouco, aos 44, o time mato-grossense não chegou ao empate, em cabeceio de Junior Todinho, que subiu sozinho no meio da defesa e mandou perto da trave de Wilson.

Depois de crescer na parte final da primeira etapa, o Dourado voltou melhor que o Coxa do intervalo e controlou os 45 minutos finais. Aos seis, Caio Dantas bateu e Wilson fez fácil defesa. Aos 13, Felipe Marques tentou de longe e a bola passou perto da trave.

No lance seguinte, a insistência enfim surtiu efeito. Aos 14, em rápido contra-ataque do time mato-grossense, a defesa alviverde falhou e Escudero aproveitou para driblar Wilson e cruzar na medida para Júnior Todinho empatar.

Satisfeito com o empate, o time mato-grossense passou a segurar o jogo para garantir o ponto, diante de um Coritiba que não conseguia recuperar a intensidade e, aos poucos, foi tirando a paciência da torcida.

Só que o time da casa tem o artilheiro para resolver. Quando tudo caminhava para mais um jogo sem vitória, aos 35 minutos, Diogo cobrou falta na área e Rodrigão cabeceou no fundo das redes do goleiro Victor Souza, decretando a vitória alviverde, que por pouco não se perdeu, aos 48, em cabeceio de Douglas Mendes que passou raspando a trave de Wilson.


As informações são da Banda B

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede